A Paixão de Cristo na telona num top 5 do colunista

A Paixão de Cristo no cinema. Na coluna desta Quinta-Feira Santa, 28 de março de 2024, trago um top 5 com filmes incríveis realizados entre 1961 e 1988.

O REI DOS REIS, 1961

A direção é de Nicholas Ray, o diretor outsider que revolucionou o western em Johnny Guitar e filmou James Dean em Juventude Transviada.

Jesus é Jeffrey Hunter. Tem um sermão da montanha filmado magistralmente. Tem fé, mas também o contexto político do tempo de Jesus. O narrador é Orson Welles.

A Paixão de Cristo na telona num top 5 do colunista

O EVANGELHO SEGUNDO SÃO MATEUS, 1964

A direção é de Pier Paolo Pasolini, o grande e polêmico cineasta italiano que fez Teorema e a Trilogia da Vida.

Jesus é Henrique Irazoqui, um ator amador. Trata-se de uma versão neorrealista da vida de Cristo filmada por um homossexual, marxista e ateu. O filme, dedicado à memória do papa João XXIII, foi premiado pelo Vaticano.

A Paixão de Cristo na telona num top 5 do colunista

A MAIOR HISTÓRIA DE TODOS OS TEMPOS, 1965

A direção é de George Stevens, que realizou Os Brutos Também Amam e filmou James Dean em Assim Caminha a Humanidade.

Jesus é Max Von Sydow, um dos atores de Ingmar Bergman. A Aleluia de Handel dá rara beleza à sequência da ressurreição de Lázaro. É uma belíssima Paixão de Cristo.

A Paixão de Cristo na telona num top 5 do colunista

JESUS CRISTO SUPERSTAR, 1973

A direção é de Norman Jewison, o aclamado cineasta de No Calor da Noite.

Jesus é Ted Neeley. Filmagem da ópera rock Jesus Christ Superstar. Judas é Carl Anderson, um cantor/ator negro que canta lindamente. A cena de Jesus no Getsêmani é a mais bela e arrebatadora do filme.

A Paixão de Cristo na telona num top 5 do colunista

A ÚLTIMA TENTAÇÃO DE CRISTO, 1988

A direção é de Martin Scorsese, que já havia feito Taxi Driver e Touro Indomável.

Jesus é Willem Dafoe. Scorsese é um ítalo-americano de formação católica, e, apesar das polêmicas que o filme provocou, sua Paixão de Cristo trata de forma profunda dos dilemas da fé.

A Paixão de Cristo na telona num top 5 do colunista