Especialistas apontam dicas

Internautas devem tomar precauções, como averiguar se o site é de confiança e proteger dados pessoais.

Proteger as informações pessoais não é muito difícil, basta apenas que o internauta saiba fazer um uso adequado da web. “As recomendações são sempre as mesmas. Fazer compras apenas de ambientes privados e, claro, averiguar se o site é de confiança. O consumidor pode ainda ver na própria página da loja as opiniões de outros usuários. Fazendo um bom uso da internet, não há motivos para se preocupar”, concluiu a gestora Daniele Raposo.

Veja também  Saiba como responder Censo 2022 por telefone e pela internet

Tais cuidados não devem partir apenas do consumidor, mas também das próprias empresas que praticam o e-commerce.

Já o consultor Omar Jarouche explica que o processo de investigação da empresa inclui análise de dados e até contato com o comprador via telefone.