Camila Esposte
Láuriston Pinheiro

Ibope: TV Cabo Branco consolida um ‘novo normal’ de audiência na TV aberta

Ibope dos programas locais da afiliada Globo mantêm larga vantagem sobre os concorrentes.

Saíram nesta sexta (15/09) os resultados da mais recente pesquisa de audiência da TV aberta em João Pessoa. O instituto Kantar Ibope, principal responsável pela medição do desempenho das TVs no país, esteve na cidade de 14 a 20 de setembro. Quem acompanha as dinâmicas do mercado publicitário, incluindo aí as disputas pelos primeiros lugares de popularidade, deve ter percebido que os últimos relatórios do Kantar Ibope vinham apontando para uma tendência que parece, finalmente, ter se consolidado:  o aumento da diferença dos números de audiência da grade local das afiliadas Globo em comparação com as suas concorrentes. A julgar pelo comportamento dos índices que vêm sendo divulgados desde o ano passado, e confirmados no relatório desta sexta, os números “descolaram” de vez.

No geral, no intervalo das 6h às 1h, a média da audiência da TV Cabo Branco se manteve próxima dos 18 pontos, mais que as audiências das demais emissoras somadas. Sabemos que, em termos de audiência nacional, nunca houve uma disputa propriamente dita com a Globo. Apenas vitórias pontuais e localizadas, em restritas faixas horárias, de algum heroico programa isolado da Record ou do SBT. Ou você já era nascido na época da novela “Pantanal” da extinta TV Manchete? Portanto, vamos manter o foco apontado para a disputa dos programas locais. Esta sim, com histórico de briga acirrada, nas faixas horárias do início da manhã e do meio-dia, principalmente. Bem, era assim antes da pandemia…

Após as três aferições feitas do ano passado para cá, até setembro de 2021, o cenário traz evidências de uma mudança significativa. Seria esse o ‘novo normal’ das audiências locais? Na nova pesquisa, o desempenho dos programas jornalísticos produzidos pela TV Cabo Branco mantiveram a liderança com margens que vão de 66% a mais que o índice do concorrente mais próximo até o inusitado múltiplo de 7 vezes o segundo lugar, no mesmo segmento. O outrora “pau a pau”, ponto a ponto, que ocorria ao menos uma vez por ano, nas disputas durante o café da manhã ou na hora do almoço, parece não se repetir mais. Eis os comparativos da rodada atual: Bom Dia Paraíba (18,31 pontos) x 2° colocado (5,99 pontos); JPB1(15,46) x 2° colocado (9,27); Globo Esporte (17,6) x 2° colocado (2,35); JPB2 (32,59) x 2° colocado (7,42).

Veja também  Heineken lança rótulos especiais para anunciar seu novo ingrediente nas cervejas

O que pode ter causado tamanho desequilíbrio? (a) a inevitável queda de receita das emissoras locais, durante esse triste período da COVID-19; (b) a necessidade de cortes orçamentários, incluindo de pessoal, com a consequente queda de volume e qualidade na produção de conteúdo; (c) a dispersão crescente da verba publicitária para as plataformas digitais; (d) a anti-fragilidade e a “resiliência” de padrão televisivo da TV Cabo Branco; (e) todas as anteriores. A coluna não vai aprofundar agora essas questões, mas o termômetro da Kantar Ibope não deixou passar em branco esse desconfortável sintoma para os que almejavam tirar da Globo o campeonato local da liderança de TV.

 

Fonte: Kantar Ibope Media | Instar Analytics | João Pessoa/PB | De 14 a 20 de setembro de 2021 | Ranking da média de participação (Rat%) domiciliar | Segunda a domingo | 6h à 1h | Todos os públicos