Bonificação regional da UFPB em nota do Enem exclui candidatos cotistas em inscrições no Sisu

Consepe aprovou a oferta do bônus de 10% incorporado na nota do exame para todos os candidatos.

UFPB publica edital para cadastramento da 1ª Chamada da Lista de Espera do SiSU 2022

A bonificação de 10% incorporada às notas do Enem 2021 destinada aos estudantes que moram e concluíram o ensino médio no estado, que deveria comtemplar todos os candidatos, não está disponível para quem disputa uma vaga na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), por meio do sistema de cotas, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

No entanto, o benefício foi aprovado pelo Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) para todos os candidatos, com base especialmente no princípio da regionalidade.

>> Mais de 15 mil vagas do Sisu estão abertas na PB

>> Entenda o sistema de bônus da UFPB para quem concluiu ensino médio na PB

A reitoria até tinha apresentado uma proposta para que a bonificação fosse concedida apenas para ampla concorrência. Porém, o Consepe – que é o órgão responsável por definir as regras de entrada na universidade via Sisu – decidiu que o benefício seria estendido a todos os candidatos que se encaixassem no perfil da iniciativa.

A Pró-reitoria de Graduação, no entanto, teria assinado o termo de adesão ao Sisu 2021 – no dia 18 de novembro de 2021 – junto ao Ministério da Educação (MEC) sem opção de inclusão do bônus para os cotistas.

Segundo o Consepe, mesmo sabendo que não contemplaria a todos, a reitoria continuou com a adesão ao programa sem tomar nenhuma inciativa para corrigir a situação nos três meses seguintes. O problema só foi identificado quando as inscrições do Sisu foram abertas e os candidatos começaram a reclamar da restrição.

Veja também  João Pessoa abre 150 vagas para público de 18 a 29 anos que não concluiu ensino fundamental

“Poderia [a Pró-reitoria de Graduação] ter solicitado ao MEC a implementação, respeitando a autonomia universitária. Mas aí, simplesmente, não se fez absolutamente nada. Aí veio agora, nessa semana, a reitoria pra tentar reverter a decisão do Consepe e retirar a bonificação regional dos cotistas. Não logrou êxito. Foi mantida a decisão da bonificação pra ambas as modalidades”, explicou o professor e conselheiro Marcelo Weick, em entrevista à Rádio CBN.

Reitor diz que aguarda uma resposta do MEC

O reitor da instituição, Valdiney Gouveia, usou as redes sociais para dizer que entrou em contato com o MEC para saber qual procedimento adotar para resolver o problema e aguarda uma resposta do órgão ministerial.

“Não haverá qualquer embate entre a reitoria e o nosso Consepe. Nós fizemos uma adesão ao Sisu e, como tal, essa adesão é um contrato formulado que existem cláusulas. E, ao aderir, nós estamos afirmando que aceitamos as cláusulas que ali estão”, completou o reitor.

O Jornal da Paraíba entrou em contato com o MEC para obter um posicionamento sobre o assunto no fim da tarde da terça-feira (15), mas até a última atualização desta notícia, não teve resposta.

A comunidade acadêmica segue preocupada com a restrição da bonificação, já que as inscrições no Sisu começaram na última terça-feira (15) e se encerram na próxima sexta-feira (18). Somente a UFPB oferece 7.625 vagas para o semestre letivo 2022.1.

“Nós temos um problema operacional. O fato é que o aluno concorrente quando for abrir Sisu hoje, ele não conseguirá acessar essa bonificação regional como cotista”, concluiu o professor Marcelo Weick.