Professor de literatura fala como diferenciar o pré-modernismo do modernismo no Enem

Caio Ismael conversou com o professo de literatura Wilson Silveira.

O Lá Vem o Enem, no Bom Dia Paraíba, falou sobre como diferenciar o pré-modernismo do modernismo na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O repórter Caio Ismael conversou com o professor de literatura Wilson Silveira, que deu dicas de como identificar esses períodos históricos na prova. Assista ao vídeo completo.

O professor explica que pré-modernismo marca um período de transição entre o Brasil Império e o Brasil República. O pré-modernismo antecipou as características do modernismo, primeira, segunda e terceira fase.

Wilson diz que é importante entender que o Brasil República inicia um processo de releitura da aproximação entre a prosa e poesia, dando ênfase aos problemas sociais das pessoas que moravam nos subúrbios, periferias e também aquelas pessoas que eram consideradas marginalizadas.

Veja também  Reta final do Enem: coordenadora pedagógica dá dicas de como estudar

Como identificar o pré-modernismo na prova e não o confundir com o modernismo?

O professor conta que quando se fala sobre Brasil República, precisa-se fazer um paralelo em relação a direitos civis e direitos sociais. De acordo com o Wilson, o Enem faz esse paralelo e esse processo de contextualização, então é importante o aluno ficar atento.

O professor ainda indica dois livros que podem ajudar os candidatos a entenderam melhor o pré-modernismo e modernismo, que são:

  1. Os Sertões – Euclides da Cunha
  2. Cidadão de papel – Gilberto Dimenstein