Com Hulk, Paraíba volta a ter campeão brasileiro após 13 anos

Primeiro paraibano a conquistar o título brasileiro foi Nenzinho, pelo Bahia, em 1959; Hulk é o oitavo

O atacante paraibano Hulk se sagrou campeão brasileiro na noite desta quinta-feira, quando o seu Atlético-MG bateu o Bahia, de virada, por 3 a 2, em plena Fonte Nova. Hulk, que é o grande nome paraibano do futebol na atualidade, entra num seleto grupo de conterrâneos que já venceram o Campeonato Brasileiro. 

Essa história começou em 1959, na primeira Taça Brasil da história – considerado atualmente pela CBF como o primeiro Campeonato Brasileiro. Nenzinho, de Campina Grande, conquistou o título pelo Bahia. Agora são oito paraibanos que conquistaram o Brasil no futebol. 

A lista tem nomes ilustres, como Hulk, Mazinho e Júnior. O ex-lateral-direito da Seleção Brasileira de 1982 foi quem mais ganhou títulos. Foram quatro taças que o “capacete” conquistou, em 1980, 1982, 1983 e 1992, todas pelo Flamengo. O último título brasileiro de um paraibano foi há 13 anos, em 2008, quando Fábio Santos foi campeão pelo São Paulo. Confira abaixo a lista dos paraibanos campeões brasileiros. 

Nenzinho (Campina Grande)

Manoel Ferreira de Freitas nasceu em 16 de setembro de 1933, foi lateral e quarto zagueiro do histórico Bahia que venceu a primeira Taça Brasil da história, diante do Santos de Pelé. Nenzinho era o único paraibano no elenco do Bahia. E assim, também se tornou o primeiro campeão brasileiro a ter nascido na Paraíba. 

Júnior (João Pessoa)

Atual comentarista da TV Globo e um dos maiores ídolos da história do Flamengo, Leovegildo Lins da Gama Júnior, o icônico Júnior é, talvez, o maior jogador paraibano da história. O ex-lateral e meia nasceu no dia 29 de junho de 1954 e fez parte de uma das seleções mais importantes da história do futebol: o Brasil de 1982. Júnior é o paraibano que mais conquistou o Campeonato Brasileiro. Ele conquistou o título pelo Flamengo em quatro oportunidades, nos anos de 1980, 1982, 1983 e 1992.

Júnior; Júnior Flamengo
Foto: Agência O Globo

Mazinho (Santa Rita)

Outro nome histórico é o ex-meia Mazinho. Iomar do Nascimento nasceu no dia 8 de abril de 1966 e foi bicampeão brasileiro. A primeira vez pelo Vasco, em 1989, e a segunda pelo Palmeiras, em 1993. Mazinho ainda tem no currículo o título da Copa do Mundo, sendo o único paraibano a alcançar tal feito. O ex-jogador ainda tem uma medalha de Prata nos Jogos Olímpicos de Seul. 

Hulk (Campina Grande)

Givanildo Vieira de Sousa, ou simplesmente Hulk, nasceu no dia 25 de julho de 1986. Começou a sua carreira nas categorias de base do Vitória, onde jogou apenas duas vezes como profissional. Fez a sua trajetória, até aqui quase, toda fora do país, se destacando no Japão, na Rússia, em Portugal e na China. Em 2021 chegou ao Atlético-MG e foi o principal nome do Galo na conquista do Campeonato Brasileiro deste ano. Com a camisa atleticana, Hulk fez 65 jogos e marcou 33 gols. O atacante jogou a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, pela Seleção Brasileira. 

Gérson (João Pessoa)

Gérson dos Santos Cosmo nasceu no dia 9 de maio de 1967. Após ser campeão paraibano pelo Botafogo-PB em 1988 chamou atenção do Corinthians. Em 1990, o ex-lateral-esquerdo fez parte do elenco do Timão que, naquele ano, conquistava o Campeonato Brasileiro pela primeira vez. 

Fábio Santos (Campina Grande)

Nascido no dia 9 de outubro de 1980, Fábio dos Santos Barbosa, mais conhecido como Fábio Santos, foi um dos volantes do tricampeonato brasileiro seguido do São Paulo em 2008.

Neco (Umbuzeiro)

Manuel Carlos de Luna Filho, mais conhecido como Neco, foi ponta esquerda da campanha do título Brasileiro do Sport em 1987. Neco nasceu no dia 8 de fevereiro de 1964.

Rinaldo (Campina Grande)

Em 1991, o ponta paraibano Rinaldo foi campeão brasileiro com a camisa do São Paulo. Antônio Rinaldo Gonçalves nasceu em 31 de outubro de 1966.

Veja também  Sousa faz valer o mando de campo, vence o CSA e estreia bem na Copa do Nordeste