Ministério Público recomenda que clubes paraibanos joguem após o dia 3 na Paraíba ou sem torcida nos estádios

Documento enviado à CBF acarreta diretamente jogos do Botafogo-PB, Campinense, Sousa e São Paulo Crystal, que entram em campo pelas Séries C e D do Brasileirão.

Documento foi assinado por Valberto Lira, Procurador de Justiça. Foto: Raniery Soares/Jornal da Paraíba

O Ministério Público da Paraíba enviou à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) uma recomendação para que as partidas dos clubes paraibanos na Série C do Brasileirão e na Série D, que acontecerão na Paraíba, sejam transferidos para datas posteriores ao dia 3 de julho, data de encerramento dos festejos juninos no Estado, ou que os jogos sejam realizados sem as presenças de torcedores.

A recomendação se dá em virtude do período junino na Paraíba e dos festejos que tem acontecido em todo o Estado. Segundo o documento, a Polícia Militar é obrigada a deslocar efetivos de cidades maiores, como João Pessoa, Campina Grande, Patos, Sousa e Cajazeiras.

Assim sendo, o pedido à CBF para que os jogos sejam transferidos para datas posteriores ao dia 3 de julho afetam diretamente quatro partidas das equipes do estado. Pela Série C do Brasileirão, o Botafogo-PB joga no Almeidão contra o Mirassol no próximo domingo, às 16h, e o Campinense recebe o Botafogo-SP no dia 3, no Estádio Amigão. Já pela 4ª divisão, o São Paulo Crystal duela neste sábado contra o Icasa, no Carneirão, e visita o Sousa no dia 3, no Marizão.

Veja também  Tardelly vibra com vitória “na força” do Sousa, contra o Crato, mas fica na bronca com gramado do Mirandão

Ainda no documento, caso os jogos não sejam transferidos para outras datas, recomenda-se que sejam realizados sem as presenças de torcidas dos times mandante e visitante. Por fim, segundo destacado na recomendação, o prazo para cumprimento é de ordem imediata.