Em noite inspirada, Hulk “esmaga” Flamengo e coloca o Atlético-MG em vantagem nas oitavas da Copa do Brasil

Atacante paraibano marcou golaço por cobertura, deu assistência e foi o grande nome do jogo de ida das oitavas da Copa do Brasil entre Galo e Urubu, que se enfrentaram pela segunda vez em três dias.

(Foto: Pedro Souza/Atlético-MG)

Mesmo com menos posse de bola e finalizações, o Atlético-MG bateu o Flamengo por 2 a 1 e agora joga pelo empate para avançar às quartas de final da Copa do Brasil. Se o Galo conseguiu o bom resultado diante de mais de 50 mil torcedores no Mineirão, muito se deve à boa aparição do atacante paraibano Hulk, que abriu o placar com um golaço de cobertura logo aos 7 minutos de jogo e, na segunda etapa, deu uma magistral assistência para Ademir marcar o segundo gol do Alvinegro das Alterosas. Lázaro, na reta final do jogo, descontou para os cariocas.

Foram duas vitórias do Atlético-MG contra o Flamengo em um intervalo de pouco mais de 72h. Isso porque no domingo, pelo Campeonato Brasileiro, o Galo já havia batido o Mengão pelo placar de 2 a 0, mas, na oportunidade, Hulk passou em branco. No entanto, na quarta-feira, assim como aconteceu na Supercopa do Brasil, em fevereiro o atacante campinense chamou para si a responsabilidade e decidiu o jogo. Isso porque, mostrando categoria e faro de oportunismo, abriu o placar com um magistral toque de cobertura no goleiro Diego Alves logo no início da partida, levando o torcedor atleticano à loucura.

Veja também  CBF acata recomendação do MPPB e confirma adiamento de jogos de Botafogo-PB e SP Crystal

Hulk, atacante do Atlético-MG
(Foto: Robson Mafra / AGIF)

Mesmo com o Flamengo se lançando ao ataque e buscando o empate, foi o Atlético-MG que fez o segundo. O destaque? Novamente o camisa 7 , que deixou dois marcadores do Flamengo para trás e, de cavadinha, deu uma verdadeira assistência para Ademir marcar o segundo tento alvinegro. Lázaro, no fim do jogo, marcou para o Mengão e colocou a equipe da Gávea de volta no páreo.

Disputa individual com Gabigol

Ao longo dos últimos meses, a rivalidade entre os atacantes tem gerado discussões na mídia e entre torcedores nas redes sociais sobre quem merece uma vaga na Seleção Brasileira de Tite, que entra na reta final de preparação para a Copa do Mundo do Catar, em novembro.

Apesar da paridade dos números dos atletas na temporada, Hulk leva vantagem sobre Gabigol. O jogador do Atlético-MG entrou em campo 26 vezes na temporada e contribuiu com 21 gols e quatro assistências. Ele foi o artilheiro do Campeonato Mineiro, balançando as redes dez vezes. Já o camisa 9 do Flamengo disputou 32 partidas em 2022. Ao todo, foram 17 gols marcados e duas assistências, além da artilharia do Campeonato Carioca, com nove gols marcados.