Motorista suspeito de matar motoboy em João Pessoa tem prisão preventiva decretada

A colisão aconteceu na madrugada do sábado (11), na avenida Governador Flávio Ribeiro Coutinho, o Retão de Manaíra, em João Pessoa.

Na colisão, a moto de Kelton Marques, de 33 anos, ficou destruída. O motoboy morreu no local. Foto: reprodução/TV Cabo Branco

A 3ª Vara Criminal de João Pessoa expediu neste domingo (12) um mandado de prisão preventiva  por homicídio qualificado para o suspeito de atropelar e matar um motoboy em João Pessoa. A colisão aconteceu na madrugada do sábado (11), na avenida Governador Flávio Ribeiro Coutinho, o Retão de Manaíra, em João Pessoa. Ruan Ferreira de Oliveira ainda não se apresentou à polícia.

O suspeito conduzia o carro que atropelou o motoboy Kelton Marques, de 33 anos, que não resistiu e morreu no local.Um vídeo, gravado de dentro do carro envolvido na colisão, mostra que no momento da batida Ruan dirigia a 163 km/h.

Veja também  Oito trechos de praias da PB estão impróprios para banho neste fim de semana

Kelton Marques foi enterrado neste domingo (12), em Bayeux, sob forte comoção. O motoboy deixou duas filhas pequenas.

Uma perícia no veículo envolvido no incidente foi realizada nesta segunda-feira (13).

>> Vereador de João Pessoa pede instalação de lombadas físicas no “Retão de Manaíra”

Defesa do suspeito

A defesa de Ruan Ferreira de Oliveira, o advogado Harley Cordeiro, informou que ele deve se apresentar à Justiça assim que tiver condições emocionais e não haja risco à integridade física do suspeito.