Vegetação do mangue é cortada sem autorização na praia do Jacaré, em Cabedelo

A Secretaria de Meio Ambiente da cidade investiga o caso, uma vez que o local faz parte de área de preservação ambiental permanente.

vegetação do mangue na priaa do Jacaré é cortada sem autorização. Foto: Arquivo pessoal/Angélica Nunes
vegetação do mangue na priaa do Jacaré é cortada sem autorização
vegetação do mangue na priaa do Jacaré é cortada sem autorização.
Foto: Arquivo pessoal/Angélica Nunes

Parte da vegetação do mangue da praia do Jacaré, em Cabedelo, foi cortada sem autorização. A Secretaria de Meio Ambiente da cidade investiga o caso, uma vez que o local faz parte de área de preservação ambiental permanente.

A ação é considerada crime ambiental, com 1 a 3 anos de detenção. Além disso, podem ser aplicadas multas que vão de R$ 5 mil a R$ 50 mil por hectare.

Veja também  Vacinação contra Covid-19 imuniza pessoas acima de 18 anos e aplica doses de reforço, em Campina Grande

A vegetação é fundamental para o mangue que, por sua vez, é importante para a saúde da vida ambiental dos mares e rios. Conforme o secretário de Meio Ambiente de Cabedelo, Chico Urtiga, a cidade vai intensificar a fiscalização e reflorestar a área desmatada.

“A secretaria do meio ambiente vai intensificar a fiscalização para identificar quem está fazendo essas intervenções e aplicar as medidas cabíveis. Vamos fazer uma limpeza e, dentro do nosso escopo de trabalho, colocar esse local como área de reflorestamento do mangue”, afirmou o secretário em entrevista ao Bom Dia Paraíba.