Ex-gerente de resort de luxo é presa por golpe de R$ 2 milhões

Segundo a polícia, o golpe era baseado no superfaturamento de notas fiscais.

A ex-gerente de um resort de luxo localizado no Conde, Litoral Sul paraibano, foi presa nesta quinta-feira (14), em Rio Quente, no sul de Goiás, suspeita de estelionato. De acordo com a Polícia Civil, a mulher de 52 anos teria desviado R$ 2 milhões entre os anos de 2011 e 2015, quando dirigia o estabelecimento no estado. A investigação apontou que Maria Margareth Silva Ausier agia com pelo menos mais duas pessoas. Uma delas era um outro ex-gerente do resort, que já foi preso em abril deste ano, no bairro de Intermares, em Cabedelo.

Conforme o delegado Wllisses Valentim, da Polícia Civil de Goiás, responsável pelo caso, a operação ocorreu em conjunto com a polícia paraibana. Ao ser detida, ela alegou que o mentor do esquema era um colega de trabalho. O investigador explicou que o crime era baseado no superfaturamento de notas fiscais.

 "Com o auxílio do gerente de finanças do resort, ela captava fornecedores que quisessem participar. Por exemplo, ela fazia o pedido de uma mercadoria no valor de R$ 100 mil. Esse fornecedor emitia uma nota de R$ 140 mil. A quantidade a mais era desviada e dividida entre eles", explicou o delegado.

Mensalmente, a polícia estima que eram desviados cerca de R$ 40 mil. Não há indícios ainda de que ela também cometia o crime em Goiás. Valentim explicou ainda que a administradora é poliglota, tem vários cursos na área de hotelaria e trabalhou em resorts espalhados por todo o país. O salário dela, segundo ele, girava em torno de R$ 17 mil.

A suspeita deve ser indiciada por estelionato e associação criminosa. Se for condenada, pode pegar até oito anos de prisão.

Em nota a assessoria de comunicação do Rio Quente Resorts informa que está à disposição das autoridades para cooperar com as investigações. Maria Margareth trabalhava no resort goiano desde janeiro deste ano. Confira a nota na íntegra:

"O Rio Quente Resorts informa que foi comunicado do fato e que está à disposição das autoridades para cooperar no que for necessário com a atual investigação policial. 

Maria Margareth Silva Ausier é gerente Experiência Hospitalidade do Rio Quente Resorts desde janeiro de 2016 e passou por um rigoroso processo seletivo. Desde então, realiza suas funções com responsabilidade e integridade".

(Atualizado às 12h15)