Após negociação com PF, manifestantes retiram objetos de rampa da reitoria da UFPB

Reunião irá acontecer na tarde desta quinta-feira (19) para tratar sobre violências na instituição.

Foto: Sílvia Torres/TV Cabo Branco/Arquivo
(Foto: Sílvia Torres/TV Cabo Branco)

Após uma negociação com a Polícia Federal, os manifestantes que ocupam a reitoria desde o dia 5 de novembro decidiram retirar os objetos que estavam na rampa que dá acesso à reitoria, nesta quinta-feira (19). A manifestação é em protesto à nomeação do professor Valdiney Gouveia como retor da instituição.

Além da retirada de objetos da rampa, a Polícia Federal também atendeu ao pedido dos estudantes de marcar uma conversa sobre as violências no campus. A reunião vai acontecer na tarde desta quinta.

De acordo com o advogado dos manifestantes Arthur Angelo, a liminar de reintegração de posse não impede a manifestação, já que os alunos não impossibilitam a entrada na Reitoria. Ficou acordado que a ocupação pode continuar no pátio da Reitoria.

“A entrada de Valdiney com zero votos não é a única violência que acontece aqui, vamos dialogar pra expor certas questões como a morte de Alph, ainda sem soluções, e expor as situações de violência, assédio e transfobia que acontecem aqui no campus”, disse Arthur.

O professor Valdiney Gouveia foi nomeado reitor da UFPB no último dia 5 de novembro pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), para os próximos quatro anos. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).