João Paulo Medeiros

TCE reprova contas do Lifesa, alvo de denúncia na Operação Calvário

Denúncia da Calvário foi apresentada em maio do ano passado. Oito pessoas foram denunciadas

Foto: reprodução

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) reprovou ontem as contas de 2014 do Laboratório Industrial Farmacêutico da Paraíba, o Lifesa; que é alvo de denúncia por parte do Ministério Público na Operação Calvário, durante a gestão do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB).
Os conselheiros analisaram um processo de Tomada de Contas Especial e identificaram irregularidades no funcionamento do Lifesa e na falta de prestação de contas. Dois ex-gestores foram multados.
No caso da Calvário, a denúncia foi apresentada pelo Gaeco em maio do ano passado. Oito pessoas foram denunciadas, incluindo o ex-governador Ricardo Coutinho e o irmão dele, Coriolano Coutinho.
Na denúncia os investigadores relatam que o grupo teria controlado os ganhos obtidos pelo laboratório, através de uma empresa e da utilização de laranjas.
Na época, a defesa do ex-governador disse que a denúncia se fundou em ilações e delações premiadas.

Veja também  Com quadro reduzido, cúpula do bolsonarismo tenta colocar paraibano na disputa em 2022