Angélica Nunes
Laerte Cerqueira

Paraíba não vai cobrar prescrição médica para vacinar crianças contra Covid, confirma Geraldo Medeiros

Para o secretário de Saúde do estado, “é inconcebível obstacular a vacinação de nossas crianças”. A medida foi imposta pelo Ministério da Saúde.

Foto: Reprodução/TV Paraíba
Secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros
Foto: Reprodução/TV Paraíba

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, confirmou hoje (25), em entrevista exclusiva à TV Cabo Branco, que a Paraíba não vai cobrar prescrição médica para autorizar a vacinação de crianças entre 5 a 11 anos contra a Covid-19 no estado. A medida foi recomendada pelo Ministério da Saúde e questionada em carta pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde, da qual ele faz parte.

A preocupação maior  dos gestores em saúde, no momento, é com o avanço da variante Ômicron em todo o mundo. O secretário lembrou o exemplo da África do Sul, que atualmente estaria com 21 mortes de crianças nos últimos 15 dias, além de outras mais de 350 crianças internadas em UTI em decorrência da variante Ômicron. Além dos Estados Unidos, que acumulam 321 mil casos diários, o Reino Unido com 122 mil casos diariamente.

No Brasil estará chegando com maior intensidade a variante Ômicron. Nos próximos meses teremos a transmissão comunitária, então é inconcebível obstacular a vacinação de nossas crianças”, destacou Geraldo Medeiros.

O secretário também questionou a necessidade de realização da consulta pública sobre a necessidade de vacinar as crianças, uma vez que a medida já foi autorizada pelos órgãos técnicos do próprio Ministério da Saúde, além da Anvisa e das Sociedades Brasileiras de Pediatria, de Imunologia e de Infectologia. “Assim que as vacinas chegarem à Paraíba as crianças serão vacinadas”, assegurou.

Veja também  Azevêdo acelera agenda de inaugurações na semana final permitida pela lei eleitoral

A expectativa do secretário da Saúde é que no final do mês de janeiro as vacinas cheguem ao estado. Os imunizantes autorizados para vacinar o público de 5 a 11 anos contra Covid-19 são da Pfizer.