Angélica Nunes
Laerte Cerqueira

Folia de Rua e Carnaval Tradição de João Pessoa vão ser realizados em ambientes fechados

O anúncio do cancelamento das festas nas ruas da capital foi feito pelo prefeito Cícero Lucena nesta sexta-feira (7).

Foto Rafael Passos
Foto Rafael Passos

Assim como antecipado pelo Conversa Política, a prefeitura de João Pessoa decidiu cancelar a realização no formato tradicional do Folia de Rua e do Carnaval Tradição pelo segundo ano consecutivo, devido à pandemia da Covid-19. As festas do pré-carnaval e nos dias da folia, entretanto, deverão ser realizadas em ambientes fechados, anunciou o prefeito Cícero Lucena (Progressistas), em coletiva à imprensa nesta sexta-feira (7).

Cícero disse que a decisão de realizar as festas em ambientes fechados foi tomada em comum acordo com os segmentos carnavalescos, do Carnaval Tradição e do Folia de Rua. “Para se manter a tradição e a cultura, vamos fazê-las em ambientes fechados, porque aí nós temos a condição de termos um controle de acesso, a exigência do uso de máscara, controle da quantidade de pessoas e cobrança do passaporte da vacina”, disse.

Um dos espaços cogitados para a realização das festas é o Espaço Cultural José Lins do Rego, no bairro de Tambauzinho. O prefeito disse que está ainda em negociação com o governador João Azevêdo (Cidadania) para utilização do espaço, que é do governo estadual. “Se não for possível lá nós encontremos uma outra alternativa”, comentou.

Os locais, datas e a programação oficial serão informados posteriormente.

No que se refere aos decretos que regulamentam a flexibilização de forma geral na cidade, o prefeito destacou que é cedo para antecipar. “Temos tomado as precauções para evitar mais restrições. Temos 25 mil testes Covid que estarão disponíveis amanhã em quatro pontos da cidade, avançamos na vacina e estamos planejando um aumento de leitos caso venha ser preciso”, destacou Cícero.

Veja também  TCU entrega ao TSE lista com 339 paraibanos com contas julgadas irregulares; confira nomes

Preocupação

A preocupação maior no momento, segundo o prefeito, é tentar frear esse novo cenário epidemiológico. Já foi confirmado pelas autoridades sanitárias da Paraíba casos da variante Ômicron no estado e aumento de casos de contaminação pela gripe H3N2. “Para minha satisfação, no sentido de estar tomando a decisão certa”, pontuou.

A decisão segue o mesmo entendimento de capitais como Rio de Janeiro, Salvador e Recife, assim como outras cidades que tradicionalmente realizam o Carnaval, como Olinda.

Organizadores

O novo formato do Folia de Rua deve remeter aos antigos carnavais de clube, antecipou o presidente do Folia de Rua, Sérgio Nóbrega. “Teremos a mesma alegria e a mesma irreverência. A nossa expectativa é que tenhamos bailes voltados para a pessoa com deficiência, para os idosos, para as crianças e outro para o público geral”, explicou.

O presidente da Liga do Carnaval Tradição de João Pessoa, Pedro Cândido, ressaltou que esta é a primeira vez que uma decisão tão importante é tomada de forma coletiva, envolvendo a Liga. “Esse entendimento é inédito na nossa história. Pela primeira vez a coisa não partiu de cima. Ele ouviu nossas propostas e acatou. Será um carnaval diferenciado e que vai ficar marcado”, afirmou.