Angélica Nunes
Laerte Cerqueira

Desembargadora Fátima Bezerra é escolhida para compor o TRE-PB nas Eleições 2022

Viúva do senador José Maranhão, a magistrada há duas décadas declinava da indicação alegando ‘questões éticas’.

Foto: divulgação/TJPB
Foto: divulgação/TJPB

A desembargadora Maria de Fátima Moraes Bezerra Cavalcanti Maranhão foi eleita para integrar a corte do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) nos próximos dois anos. A votação, unânime e secreta, ocorreu nesta quarta-feira (26) durante sessão extraordinária administrativa, por videoconferência, do Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba.

Viúva do senador José Maranhão, Fátima Bezerra já poderia ter sido escolhida há duas décadas para a função na Justiça Eleitoral, mas em diversas oportunidades declinou da indicação por entender ser inconciliável, por questão de ética.

“Entendíamos, José Maranhão e eu, que por sua intensa atividade política e em respeito às opiniões divergentes partidárias, deveria eu, evitar o honroso mister. Meus eminentes pares do TJ compreendiam. Agora, viúva do grande líder político, tenho o dever de seguir servindo a justiça do meu Estado, desta feita, no TRE. Minha gratidão aos desembargadores do TJ por mais esse voto de confiança na minha carreira jurídica, iniciada por Concurso Público no ano de 1984”, pontuou a magistrada bastante emocionada.

Veja também  “Desespero de adversários”, diz Mersinho sobre críticas de ‘uso’ da PMJP na campanha para federal

Ao ser eleita para a ‘missão’, a desembargadora disse que pretende se comprometer ao máximo para desempenhar sua função na Justiça Eleitoral. “Darei o melhor de mim como sempre dei ao Judiciário. Darei o melhor de mim para honrar a indicação de Vossas Excelências”, afirmou.

Vice-presidente

Fátima Bezerra vai assumir a vaga aberta com o término do biênio do desembargador e atual presidente do TRE-PB, Joás de Brito Pereira Filho. Chega à Corte Eleitoral com o status de vice-presidente e corregedora-geral, cargos que são tradicionalmente destinados ao segundo desembargador do TJPB, por ordem de chegada.

O desembargador Leandro dos Santos, que passará à condição de mais antigo, é quem ficará com a presidência do TRE-PB.