Angélica Nunes
Laerte Cerqueira

João Azevêdo diz que chapa majoritária terá unidade

Foto: divulgação/ALPB

O governador João Azevêdo (PSB) descartou que a possibilidade de ter uma chapa sem unidade. Ou seja, com um vice, por exemplo, que vota em um candidato a senador de outra chapa.

Ele tratou o tema como uma obviedade. Deixando claro que não quer uma “salada mista”. A afirmação foi em agenda administrativa na manhã desta terça-feira.

“Sendo a chapa anunciada, todas as pessoas que compõe esse governo, obviamente, terão um envolvimento numa campanha a partir da escolha da chapa. Se alguém está na chapa, será pedido, obviamente, que a pessoa apoie os candidatos da nossa chapa”, afirmou.

Veja também  Motel na Paraíba é condenado a pagar insalubridade em grau máximo a camareira

Caso haja um caso concreto, o governador não deixou claro se haverá um convite a sair, mas “será analisado, caso a caso”.

Essa é mais uma daquelas obviedades da política, que não parecem tão óbvias; que o diga a possível entrada do Republicanos na chapa governista, com apoio já sacramentado a Efraim Filho (UB), pré-candidato ao Senado. Ou apoio de deputados do PSB, partido do governador, aos candidatos que estão na oposição.