Danielle do Vale e Michel Henrique tiram licença para manter rodízio do Republicanos na ALPB

O gesto dos parlamentares Danielle do Vale e Michel Henriques é uma prática que se tornou comum após as Eleições 2022 é um acordo entre eleitos e primeiros suplentes de rodízio nas cadeiras do legislativo.

Foto: divulgação

Uma prática que se tornou comum após as Eleições 2022 é um acordo entre eleitos e primeiros suplentes de rodízio nas cadeiras do legislativo. Na sessão da Assembleia Legislativa desta quarta-feira (29) foi oficializadas mais algumas para esta reta final do ano.

No Republicanos, solicitaram licença da atividade parlamentar a deputada Danielle do Vale e o deputado Michel Henrique, ambos em primeiro mandato na Casa pelo Republicanos. Eles deixam a cadeira livre para que os suplentes Sílvia Benjamin e Alexandre de Zezé permaneçam na ALPB após o retorno dos deputados Branco Mendes e Jutay Menezes de suas licenças.

O anúncio foi feito pelo deputado Wilson Filho, que também já tirou licença para contemplar colegas no parlamento. Da bancada do Republicanos o único que ainda não fez o gesto aos correligionários foi o deputado Adriano Galdino, presidente da Casa, Bosco Carneiro e a deputada Francisca Motta.

União Brasil e MDB

Na sessão de hoje também foi anunciado pelo deputado Nilson Lacerda que o União Brasil também passará por ‘dança das cadeiras’ em breve. Ele é 1º suplente do partido e assumiu o posto de deputado com a licença do deputado George Moraes, no final de outubro, após ter passado uma primeira temporada com a licença do deputado Tarciano Diniz.

Nilson disse que está na espera de que o deputado Gilbertinho ceda a cadeira para o segundo suplente, Airton Lacerda, ainda este ano. “Caso não faça esse gesto, eu vou fazer esse gesto para que o segundo suplente possa assumir o mandato também”, disse.

No MDB também há um movimento de rodízio colaborativo com os suplentes. Em outubro, o deputado Dr. Romualdo (MDB) solicitou licença parlamentar para permitir a permanência do 1º suplente André Gadelha (MDB) por mais um período na Casa, após o gesto do deputado Anderson Monteiro (MDB) ao parlamentar sousense.