Valdemar trata desentendimentos no PL da Paraíba como ‘naturais’ e recorre à liderança de Bolsonaro: “no fim dá tudo certo”

Nesta quinta-feira (24), o presidente nacional do PL, Valdemar da Costa Neto, reafirmou que a preferência do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) é fator decisivo no processo.

Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil

Por Felipe Nunes

A pré-candidatura do ex-ministro da saúde, Marcelo Queiroga, segue com a preferência da Executiva Nacional do PL quando o assunto são as eleições 2024 em João Pessoa. Nesta quinta-feira (24), o presidente nacional do PL, Valdemar da Costa Neto, reafirmou que a preferência do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) é fator decisivo no processo.

Em resposta ao jornalista Felipe Nunes, da Rádio CBN Paraíba, Valdemar da Costa Neto disse que, assim como ocorre na Capital paulista, em que Jair Bolsonaro tem participado diretamente da articulação do partido, o mesmo deve ocorrer com a situação do partido João Pessoa. “Bolsonaro é o nosso maior líder”, justificou Valdemar.

Em vídeo divulgado no início deste mês, Jair Bolsonaro pôs fim à especulação sobre o seu “preferido” na discussão interna do PL para as eleições do próximo ano e tratou o ex-ministro da saúde como ‘futuro’ prefeito, demonstrando preferência pelo paraibano no processo.

Questionado sobre o processo de “desunião” interna no PL, Queiroga tratou as divergências como naturais e demonstrou esperança na força de Bolsonaro em unir o partido até as eleições do ano que vem. “Os homens são diferentes um do outro, normais esses desentendimentos nesse período, no fim da tudo certo”, acrescentou.

Além de Marcelo Queiroga, outros três nomes do partido se colocam como opções do partido para o pleito do próximo ano: o deputado federal Cabo Gilberto, o deputado estadual Wallber Virgolino e o comunicador Nilvan Ferreira. O trio aposta na votação que teve nas eleições de 2022, em João Pessoa, para pressionar a cúpula nacional do partido a mudar de ideia em relação a Marcelo Queiroga.