João Paulo Medeiros

Câmara do TCE reprova contas de ex-secretário da PMCG investigado na Famintos

Conselheiros analisaram ontem as contas de 2014

Foto: Ascom

A 2ª Câmara do Tribunal de Contas do Estado (TCE) reprovou ontem as contas da Secretaria de Administração de Campina Grande, no exercício de 2014. Na época a ‘pasta’ era comandada pelo ex-secretário Paulo Roberto Diniz, que também é investigado na Operação Famintos, no âmbito da Justiça Federal.

De acordo com o TCE, o ex-secretário não apresentou procedimentos licitatórios indispensáveis para comprovar a realização de gastos na ordem de R$ 7,2 milhões.

Na defesa, o ex-gestor alegou a existência de contratos anteriores ao exercício. Ainda cabe recurso da decisão.

Veja também  Justiça julga improcedente denúncia de ‘candidaturas laranjas’ em Sapé

Denúncia contra ex-prefeito

Na mesma sessão os conselheiros ainda julgaram procedente a denúncia contra o ex-prefeito da  cidade de Cubati, Eduardo Ronielle Guimarães Martins, em um processo que apura excesso de compra de produtos de padaria para distribuição nas secretarias municipais (proc. TC 08086/19).

O ex-prefeito deverá ressarcir a quantia de R$ 99,8 mil aos cofres do município, tendo em vista a falta de justificativa para os pagamentos excessivos realizados nos três últimos meses do ano. Também cabe recurso.