João Paulo Medeiros

Câmara derruba veto e retoma fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões. Veja como votaram os paraibanos

O PL, Partido do presidente Jair Bolsonaro, defendeu a derrubada do veto

Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados

O Congresso Nacional derrubou hoje o veto do presidente Jair Bolsonaro a um trecho da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), mantendo a previsão de R$ 5,7 bilhões em recursos públicos para o fundo eleitoral em 2022. Com a decisão dos deputados e senadores, o trecho da LDO será promulgado e entrará em vigor.

A aprovação do novo valor do fundo eleitoral foi respaldada por parlamentares da base e da oposição.

Na Câmara, foram 317 votos a favor da derrubada e 146 contra. Aqueles que votaram ‘Não’, posicionaram-se pela derrubada do veto. Quem votou ‘Sim’ optou por manter o dispositivo.

Entre os paraibanos, 9 votaram pela derrubada do veto e dois foram contrários: Pedro Cunha Lima (PSDB) e Ruy Carneiro (PSDB). A deputada Edna Henrique (PSDB), que está licenciada, não participou da votação.

Foto: reprodução
Veja também  Renovação na indústria: sentimento de mudança na Fiep é semelhante na CNI

No Senado, foram 53 votos pela derrubada e 21 pela manutenção do veto.

O PL, partido de Jair Bolsonaro, defendeu a derrubada do veto assinado pelo presidente na Câmara e no Senado.

Da mesma forma, legendas do chamado “centrão”, como o PP e o Republicanos, orientaram a favor da medida. Deputados do PT também apoiaram o fundo eleitoral de até R$ 5,7 bilhões.

Partidos como o PSOL, Novo, Podemos e PSL orientaram que suas bancadas votassem contra o aumento do fundão.

Durante a sessão, parlamentares afirmaram que, apesar da derrubada do veto, ainda não está definido qual será o valor do fundo eleitoral para 2022.

Isso porque cabe ao relator-geral do Orçamento estabelecer o valor dessa verba, e a votação da peça orçamentaria ainda não aconteceu – está prevista para a próxima semana.

Ou seja, apesar da autorização para usar os R$ 5,7 bilhões, o recurso aplicado pode ser menor.

Com informações do G1 ****