Em Mamanguape, prefeita corta despesas e proíbe novas nomeações

Foto: divulgação/PMM

A prefeita da cidade de Mamanguape, Eunice Pessoa, decidiu cortar despesas na gestão municipal. Diante da narrativa de queda nos repasses do FPM, ela anunciou a redução de 20% no próprio salário e dos secretários, a suspensão das gratificações e a proibição de novas contratações. O município também decidiu cancelar a festa de emancipação política.

Não houve exoneração dos atuais comissionados, nem dispensa dos contratos por excepcional interesse público.

Conforme a prefeitura, além da redução dos repasses a prefeitura também “sofre com bloqueios mensais para pagamentos de parcelamento da Previdência e Precatórios deixados por gestões anteriores”.

No município são 338 servidores comissionados e 224 contratados por excepcional interesse público. 

O tema da queda nos repasses do FPM voltou à tona, na Paraíba, após as exonerações promovidas pela prefeitura de Campina Grande no último fim de semana.