Condenada na Operação Andaime, ex-prefeita se filia ao MDB

A ex-prefeita da cidade de Joca Claudino, Lucrécia Adriana, reapareceu no fim de semana. Na última sexta-feira ela filiou-se ao MDB do senador Veneziano Vital. A ex-gestora foi condenada em primeira instância recentemente por improbidade administrativa numa das ações da Operação Andaime, do MPF e da Polícia Federal, que apurou fraudes em diversas cidades do Estado.

Lucrécia chegou a ser afastada do cargo, em 2016, durante as investigações.

As ‘broncas’ enfrentadas por ela junto à Justiça, contudo, não terminam aí. No fim do ano passado o Tribunal de Justiça da Paraíba manteve uma outra condenação contra Lucrécia. Ela foi denunciada pelo Ministério Público por ter comprado um imóvel superfaturado, destinado à construção do aterro sanitário, que pertenceria a um correligionário político e sogro da sua irmã. Conforme a denúncia, o imóvel foi comprado por um valor muito acima do “preço de mercado” da época.

Nos dois casos ainda cabe recurso e as decisões podem, claro, ser revertidas. 

Também estiveram presentes na filiação o atual prefeito de Joca Claudino, Rinaldo Cipriano, e o vice-prefeito Otávio Neto, casado com Lucrécia.

Para o MDB a chegada de Lucrécia pode até reforçar o ‘time’ na política local, mas para a imagem do partido… a aquisição não é das melhores.