André Telis

A Idade do Coração: saiba como calcular o seu risco de desenvolver doenças cardíacas

Você tem ideia de como estimar o risco de desenvolver doenças cardíacas?

Quando a gente se depara todos os anos com cerca de 450 mil mortes por doenças cardíacas sempre nos perguntamos o que poderia ser diferente.

Será que temos deixado de fazer tudo o que sabemos e de oferecer uma nova chanca a tantos homens e mulheres que poderiam viver ainda mais?

A média anual de mortes pro problemas cardiovasculares chega a 350 mil, o que corresponde a uma vida perdida a cada 40 segundos; a duas vezes mais que todas as mortes decorrentes de câncer e seis vezes mais que as provocadas por todas as infecções no país.

Fatores de risco

As doenças cardíacas tem uma ligação direta com herança genética, mas também com a idade e o sexo. Imagina que além dos fatores que não temos controle, entram em cena coisas do dia-a- dia: estress, pressão alta, sedentarismo, diabetes, colesterol nas alturas. Não tem coração que resista.

A ideia quando a gente fala a idade do coração é poder mensurar o que os fatores de risco tem feito na sua vida e envelhecendo o seu coração.

O cálculo é simples. Basta preencher os dados e ver se seu coração está mais velho ou mais jovem.

Clica aqui e calcula a idade do seu coração. O site é do CDC dos Estados Unidos. Está em Inglês.

Se você está aqui no Brasil pode estimar seu risco cardiovascular, ou seja, a chance de um derrame ou infarto pela ferramenta da Sociedade Brasileira de Cardiologia.

É só clicar aqui.