André Telis

Perder peso pode curar diabetes: 10 a 15% a menos na balança reduz complicações

Perder peso pode curar diabetes.

Chave do sucesso

Perder peso, estar de bem com a balança, ter uma vida regrada e com rotina de exercícios é a chave do sucesso. Isso a gente  até já sabia, mas um novo estudo, publicado na revista The Lancet, mostra que a perda de peso no controle da diabetes tipo 2 pode ter mais benefícios do que se imaginava.

Estima-se que no Brasil existam 16 milhões de pessoas com diabetes tipo 2, um tipo da doença que geralmente acomete pessoas mais velhas, estando muito relacionada à fatores de risco como obesidade e sedentarismo.

Glicose no sangue aumentada aumenta risco de complicações

O diabetes é uma doença onde os níveis de glicose no sangue estão aumentados. As pessoas com diabetes tem maior risco de doenças cardiovasculares como infarto e AVC, doenças renais, cegueira e também alterações vasculares que podem levar a amputações.

O pâncreas é um órgão que produz insulina, um hormônio que exerce fundamental papel no controle do açúcar no sangue. Ele tem a função de colocar o açúcar nos alimentos para dentro da célula, onde é usada como fonte de energia. No diabetes tipo 1, o pâncreas não produz insulina e o portador da doença tem que tomar injeções de insulina todos os dias. Caso falte insulina, a pessoa pode até morrer.

Diabetes tipo 2

No diabetes tipo 2 acontece algo diferente. A insulina deixa de cumprir sua tarefa. As células vão se tornando resistentes ao hormônio, o que a gente chama de resistência à insulina. O pâncreas até tenta compensar esse problema produzindo mais insulina, mas além de acabar entrando em falência, esse excesso de insulina acaba gerando uma série de problemas, que são as complicações do diabetes em vários órgãos como rins, fígado, olhos, coração e cérebro.

Até há bem pouco tempo, entendia-se que o controle do nível de açúcar no sangue era a peça fundamental na prevenção do diabetes, uma doença sem cura.

Atividade física, perda de peso, controle de fatores de risco entrava no tratamento como coadjuvantes na  tentativa de diminuir compilações.

Perder peso pode curar diabetes: redução dos níveis de insulina e inflamação

Nesse estudo, publicado em janeiro, onde uma perda de peso de 10 a 15% foi capaz  de reverter complicações e mesmo tratar a doença abriu os olhos para algumas evidências que já vemos há algum tempo.

Não é incomum pessoas obesas e diabéticas, que usavam altas doses de insulina, após cirurgias bariátricas que são acompanhadas de grandes perdas de peso, com o tempo, deixem de ser diabéticas e até de tomar medicações.

Tratamento do Diabetes

No mercado, diversas estratégias para tratar o diabetes são vendidas. Algumas viraram febre, porque além de tratar diabetes induzem uma perda de peso exuberante. Elas ainda tem um preço bem salgado, mas em pessoas de alto risco, oferecem verdadeiros milagres em termos de reduzir complicações.

Se antes a perda de peso, os exercícios físicos e uma vida mais regrada eram vistos como excelentes formas de diminuir as chances de você se tornar diabético, hoje são considerados pilares de uma tratamento bem sucedido.

Fechar a boca continua fazendo milagres na nossa vida. O difícil é mantê-la assim.

Eu mesmo continuo tentando, com muita dificuldade.