Doação de sangue pode ser tema de questões na prova do Enem

Professor explica como a doação de sangue pode ser cobrada na prova.

Foto: Divulgação/Secom-PB

Nesta quinta-feira (25), é comemorado o Dia Nacional do Doador de Sangue. O mês de novembro foi escolhido para acolher essa data pois antecede o período de baixa nos estoques dos bancos de sangue, que é o período das férias.

E essa temática tão importante para a saúde pública pode ser cobrada na prova do Enem. O professor de biologia Evandro Gomes explica que conhecer todo o processo e contextualização da doação de sangue pode ajudar na resolução de questões na prova.

>> Veja a página especial do Lá Vem o Enem
>> Saiba todas as informações sobre como doar sangue e a importância deste ato

“A prova do Enem trabalha o nosso dia a dia. O candidato precisa ficar atento nessa questão sanguínea, de transfusão, nós temos déficit de bolsas de sangue nos hemocentros, hospitais. É preciso ter o conhecimento técnico e o conhecimento do dia a dia”, explica Evandro.

Além do próprio processo de doação de sangue, o candidato deve conhecer outras temáticas técnicas que também envolvem o processo sanguíneo e que também são cobradas no Enem.

“A questão da compatibilidade e da probabilidade sanguínea são temas bastante trabalhados no Enem, além de cruzamentos de genes”, diz o professor.

A doação de sangue traz, também, algumas palavras técnicas que são cobradas na prova e que o candidato deve compreender como funciona o processo sanguíneo, dentro de suas esferas de conhecimento, para poder compreender o que pode ser cobrado na prova, como, por exemplo, o processo de recepção do sangue.

“O candidato deve ficar atento a duas palavras: aglutinogênio e aglutinina. Ou seja, antígeno e anticorpo, respectivamente. O aglutinogênio determina o tipo sanguíneo. Deve-se ficar ciente de que quem recebe o tipo sanguíneo é o anticorpo, é o que vai reagir com o antígeno”, explica Gomes.

Exemplo: Caso o tipo sanguíneo A receba sangue do tipo A, o sangue vai aglutinar e vai ocorrer a degradação das hemácias, colapsando o sistema e, consequentemente, vindo a óbito o determinado paciente.

É necessário lembrar, sempre, que precisamos de sangue. Meses de férias, fim de ano, ou algum fato que quebre a rotina são motivos suficientes para diminuir o número de doadores. No Brasil, o percentual de bolsas de sangue nos estoques nos bancos sanguíneos, atualmente, não chega a 2%. 

Os doadores de sangue precisam ter entre 16 anos e 69 anos e 11 meses de idade. No caso de idosos, a primeira doação deve acontecer até os 59 anos e 11 meses. Os menores de 18 anos precisam da presença de um responsável para realizarem a doação sanguínea, além de levar uma cópia do RG.

Para doar, é necessário ter mais de 50 quilos, estar bem alimentado e em boas condições de saúde, além de apresentar um documento original com foto, como carteira de identidade, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou carteira de trabalho. 

Confira locais para doar sangue na Paraíba

A Paraíba conta com duas sedes do hemocentro e 10 hemonúcleos em algumas cidades paraibanas. Confira, abaixo, o endereço de cada local.

 

Veja também  Prouni vai aceitar alunos de escolas particulares sem bolsa de estudos

HEMOCENTROS

 

Hemocentro da Paraíba

Av. Dom Pedro II, 1119, Torre

João Pessoa – PB

Fone: (83) 3218-7600

 

Hemocentro de Campina Grande

Rua Eutécio Vital de Ribeiro, S/N, Catolé

Campina Grande – PB

Fone: (83) 3310-7130

 

HEMONÚCLEOS

 

Hemonúcleo de Piancó

Rua Luiz R. Ferreira, S/N, Ouro Branco

Piancó – PB

Fone: (83) 3452-2733

 

Hemonúcleo de Monteiro

Rua Epaminondas Azevedo, S/N, Centro

Monteiro – PB

Fone: (83) 3351-2201

 

Hemonúcleo de Picuí

Rua Lázaro J. Estrela, S/N, Monte Santo

Picuí – PB

Fone: (83) 3371-2554 Ramal 203

 

Hemonúcleo de Patos

Rua Juvenal Ledo, S/N, Belo Horizonte

Patos – PB

Fone: (83) 3421-4918

 

Hemonúcleo de Itaporanga

Rua Oswaldo Cruz, S/N, Centro

Itaporanga – PB

Fone: (83) 3451-3819

 

Hemonúcleo de Cajazeiras

Rua José de Alencar, S/N, Centro

Cajazeiras – PB

Fone: (83) 3531-5862

 

Hemonúcleo de Guarabira

Av. Prefeito João P. Filho, 447, Centro

Guarabira – PB

Fone:(83) 3271-3610

 

Hemonúcleo de Catolé do Rocha

Av. Castelo Branco, 309, Batalhão

Catolé do Rocha – PB

Fone: (83) 3441-2281

 

Hemonúcleo de Princesa Isabel

Rua Alameda das Acácias, S/N, A. Cascavel

Princesa Isabel – PB

Fone: (83) 3457-2826

 

Hemonúcleo de Sousa

Rua José Facundo de Lima, S/N, Bancários

Sousa – PB

Fone: (83) 3522-2774 Ramal 234