Paraíba vai sediar dois jogos da Seleção Brasileira Feminina de futebol em setembro

Jogos estão marcados para os dias 18, no Almeidão, e 21, no Amigão.

Primeiro jogo do Torneio She Believes em Orlando: Brasil x Argentina. Foto: Sam Robles/CBF

A Paraíba será palco de dois amistosos da Seleção Brasileira Feminina contra a Argentina em setembro. A informação foi dada em primeira mão nesta segunda-feira, pela presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF-PB), Michelle Ramalho, e confirmada posteriormente pela CBF.

Os jogos estão marcados para os dias 18, no Almeidão, em João Pessoa, e 21, no Amigão, em Campina Grande. Serão as primeiras partidas da Seleção Brasileira Feminina após a disputa das Olimpíadas de Tóquio. A convocação para os confrontos será feita nesta terça-feira, às 15h, na sede da CBF, pela técnica Pia Sundhage.

Não é de hoje que Michelle Ramalho vem tentando trazer jogos de grande porte nos estádios da Paraíba. Só este ano de 2021 houve a tentativa de trazer a final do Campeonato Brasileiro Sub-17, entre Vasco e Flamengo (que acabou sendo realizada no Rio de Janeiro), além de seguir em negociação para quem sabe conseguir que um jogo do Flamengo, pela Série A, seja realizado aqui no estado. Ter um jogo da Seleção Brasileira na Paraíba era uma vontade da presidente desde 2019, quando foi chefe de delegação da Seleção Brasileira Feminina no Mundial da França, e com muito entusiasmo ela falou sobre os jogos.

“Eu não estava me contendo de tanta alegria, de conseguir realizar esse sonho, que eu já venho plantando desde que eu fui para a Copa do Mundo, que eu prometi as meninas que eu tentaria fazer um jogo aqui na Paraíba e fomos abençoados não só com um jogo, mas com dois jogos, o primeiro dia 18, em João Pessoa e o segundo dia 21, em Campina Grande. Estou muito feliz de trazer a Seleção Brasileira para cá e, principalmente a feminina, que eu tanto gosto dessas meninas”, disse Michelle.

Veja também  No quarto amistoso da pré-temporada, Campinense empata contra Caruaru City e agora foca na Copa do Nordeste

Na Paraíba, a presença de público nos estádios ainda está proibida, por conta da pandemia da Covid-19. Desde Março de 2020 que não foram realizadas partidas com torcedores nas arquibancadas. Michelle Ramalho já se mostrou defensora da volta do público aos jogos, cumprindo os protocolos da CBF e, para essas partidas, que são inéditas no estado, ela segue em negociação junto ao governador do Estado, João Azevêdo, para que tenha torcida presente.

Ednaldo Rodrigues Gomes, presidente da CBF, e Michelle Ramalho, presidente da FPF. Foto: Divulgação/FPF-PB

“A presença de público também é uma luta minha, que a gente deve sim voltar o público nos estádios, principalmente em um espetáculo como esse, nunca visto na Paraíba, que é uma Seleção Brasileira Feminina, contra a Argentina, então hoje eu já encaminhei uma mensagem ao governador. O prefeito Cícero Lucena, aqui em João Pessoa, vem acompanhando todo esse processo e sempre se mostrou muito solícito a causa e vem ajudando nas negociações junto ao governador, mostrando um protocolo muito seguro, para dar segurança aos torcedores. Eu espero que o nosso governador se sensibilize com o trabalho que vem sendo feito pela federação”, explicou Michelle.

A CBF divulgou o histórico recente do Brasil encarando a Argentina, time que também se prepara para a disputa da Copa América Feminina 2022. Com Pia Sundhage, as brasileiras encararam as argentinas em duas oportunidades. A estreia da sueca no comando da seleção feminina foi justamente diante das adversárias sul-americanas, com vitória por 5 a 0 num torneio disputado em São Paulo, em 2019.

Já em fevereiro deste ano, o Brasil venceu a Argentina pelo placar de 4 a 1 na primeira rodada de uma competição disputada nos Estados Unidos.