Motorista do carro que caiu em cratera revela que viu o buraco se abrir antes do acidente, em João Pessoa

Obra no local deve durar cerca de dez dias e trânsito vai ficar bloqueado.

Cratera se abriu na Avenida Pedro II. Foto: Secom-JP/Divulgação

Dois dias após uma cratera se abrir na Avenida Pedro II, em João Pessoa, e engolir um carro com duas pessoas dentro, o motorista do veículo revelou, em entrevista à TV Cabo Branco, que viu o buraco se abrir quando estava na avenida, mas pelo volume de carro, não conseguiu desviar. “Ele se abriu a uns dois metros da minha frente e quando vi já estava puxando o carro. Quando ele abriu, que o carro embicou, eu só vi o fundo [do buraco], mas não tinha noção ainda, porque tinha água, então só fiz virar o rosto e esperar a pancada”, conta Bruna Pereira, motorista de transporte por aplicativo.

A cratera de cerca de 8 metros de profundidade se abriu na Avenida Pedro II, no sentido que vai do Centro aos bairros da Zona Sul, na tarde da sexta-feira (3), em João Pessoa. Um carro caiu no buraco e duas vítimas, uma adolescente e um adulto, foram resgatadas com a ajuda da população que estava no local.

A Prefeitura de João Pessoa disse que o incidente ocorreu pelo rompimento de uma antiga galeria de águas pluviais no local. O buraco tem dimensões de 8 m de profundidade, 2,5 m de largura e 5 m de extensão.

 

O motorista do veículo, Bruno Pereira, conta ainda que na quinta-feira à noite passou pelo local e viu o declive na avenida. “Na sexta feira, quando vi mais fundo ainda, eu tentei desviar, mas não consegui, porque vinha muito carro do meu lado. Nunca imaginava que seria uma cratera. Pensei que pudesse ser um buraco apenas”, revela Bruno.

Já a passageira do veículo, Clara Queiroz, de 14 anos, que voltava do colégio no momento do acidente, ficou com alguns hematomas no corpo após o acidente, principalmente por causa do esforço que precisou fazer para sair do buraco. “Eu estou bem, estou sentindo algumas dores porque foi um aperreio muito grande, e meu psicológico está um pouco acabado, mas estou bem, estou viva”, detalha Clara.

Ela conta que quando estava passando pelo percurso, o motorista ainda comentou sobre o declive, mas não conseguiu desviar. “Foi uma sensação horrível e toda hora fica passando na minha cabeça”, diz. Quando o carro caiu, ela conseguiu sair pela janela e, com a ajuda de moradores, ela saiu do buraco sendo puxada por uma corda.

A mãe dela, Deliana Queiroz, soube do acidente por uma mulher que estava na via na hora que o acidente aconteceu. “Eu estava na BR e consegui chegar lá em uns 15 minutos. O pessoal do Samu ficou com ela, muita gente ajudou e sou muito grata. Hoje só temos que comemorar. Tem algumas sequelas, vai demorar um pouco para ela esquecer”, declara Deliana.

Por conta do conserto do buraco na avenida Pedro II, o trânsito no local está interditado por cerca de dez dias. De acordo com o superintendente de mobilidade urbana de João Pessoa, George Morais, mesmo com a expectativa para um fluxo reduzido de veículos por causa do feriadão de 7 de setembro, os condutores precisam ficar atentos em relação a quais vias poderão ser usadas, em alternativa à Pedro II.