Edital do concurso da Polícia Civil e ‘farra’ em contratos com bandas de forró são os destaques da semana

Assuntos foram escolhidos pelos leitores do JORNAL DA PARAÍBA, através de enquetes publicadas nas redes sociais.

Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

A publicação do edital do concurso da Polícia Civil da Paraíba e a investigação do Ministério Público em contratos feitos por 15 prefeituras com bandas de forró foram os destaques da semana no JORNAL DA PARAÍBA. Enquetes foram realizadas através dos stories na conta do Jornal na rede social Instagram, para consultar leitores sobre quais assuntos foram mais lidos por eles.

>>> Concurso da Polícia Civil da Paraíba tem edital publicado com 1,4 mil vagas

Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

Com 92% dos votos, o maior destaque da semana foi a notícia da publicação do edital do concurso da Polícia Civil da Paraíba. Ao todo serão disponibilizadas 1,4 mil vagas, sendo 138 para pessoas com deficiência, para o preenchimento de 17 cargos e jornadas de 40 horas semanais.

As inscrições devem ser feitas online, no site da organizadora, entre os dias 8 de outubro e 11 de novembro, e custam R$ 250 para os cargos de delegado e peritos, e R$ 180 para escrivão, agente, técnico em perícia, papiloscopista e necrotomista.

O cargo com o maior número de vagas é o de escrivão, com 500 oportunidades. Os salários vão de R$ 3.726,73 até R$ 12.769,801.

>>> ‘Farra’ em festas: MP investiga contratos de prefeituras com bandas de forró em 15 cidades da Paraíba

(Foto: Divulgação/MPPB)

Veja também  Paraíba registra mais de 2 mil novos casos de Covid-19 e três mortes

O segundo maior destaque, com 86% dos votos, foi a investigação do Ministério Público Estadual em contratos feitos com bandas de forró por 15 prefeituras paraibanas.

Um levantamento feito por auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE), a pedido do Ministério Público de Contas (MPC), constatou uma variação expressiva nos valores de contratos firmados entre empresários e prefeituras paraibanas para realização de shows de forró.

Os dados são relativos a eventos, promovidos pelos municípios, durante o ano de 2019 – antes da pandemia da Covid-19. Grande parte referente à festividades juninas.

A auditoria fez uma análise em contratos de prefeituras que resultaram na apresentação de grandes artistas, como Wesley Safadão, Jonas Esticado, entre outros.

>>> Com laranjas nas mãos, manifestantes fazem protesto na porta da Câmara de Campina Grande

Foto: Ascom

O terceiro assunto com maior destaque desta semana, segundo os leitores do JORNAL DA PARAÍBA, foi o manifesto feito na frente do prédio da Câmara Municipal de Campina Grande, onde os participantes estavam com laranjas nas mãos.

Os manifestantes pediam mais celeridade no julgamento de uma AIJE (Ação de Investigação Judicial Eleitoral) que apura denúncias da existência de candidaturas laranjas na disputa por vagas no Legislativo na cidade, nas eleições do ano passado.