João Paulo Medeiros

Com laranjas nas mãos, manifestantes fazem protesto na porta da Câmara de Campina Grande

Grupo pede celeridade no julgamento de AIJE que apura candidaturas laranjas

Foto: Ascom
Foto: Ascom

Um grupo de manifestantes realiza hoje pela manhã um protesto, em frente ao portão principal da Câmara de Vereadores de Campina Grande, pedindo mais celeridade no julgamento de uma AIJE (Ação de Investigação Judicial Eleitoral).

A investigação apura denúncias da existência de candidaturas laranjas na disputa por vagas no Legislativo na cidade, nas eleições do ano passado.

Ontem havia a previsão de que o movimento acontecesse na Praça da Bandeira. Mas os  organizadores mudaram o local.

Com laranjas nas mãos, os participantes lembraram que o uso de ‘candidaturas laranjas’, em processos eleitorais, é considerado fraude.

Veja também  Dos 12 deputados paraibanos, 5 dizem que votarão contra ‘PEC da Vingança’

A AIJE

A AIJE foi protocolada no dia 1º de dezembro do ano passado, mas ainda está longe de um desfecho. Meses atrás as audiências de instrução foram marcadas, mas uma decisão do TRE suspendeu a realização dos procedimentos. O argumento da defesa foi de que parte das provas não teria passado por perícia.

Recentemente dois casos também originados ano passado foram julgados na Paraíba. Um procedente, em São José de Piranhas; e outro improcedente, em Serra Redonda.

O processo investiga denúncias de que as legendas Democratas, Solidariedade e Pros teriam utilizado candidaturas ‘laranjas’ para completar o percentual mínimo de 30% de gênero – exigido pela legislação eleitoral.