DJ Ivis é solto depois de ficar três meses preso por agredir a ex-mulher

O cantor foi capturado após serem divulgados vídeos onde ele aparece agredindo a ex-mulher Pamella Holanda, em um apartamento onde ambos moravam em Fortaleza.

Foto: reprodução

O cantor Iverson de Souza Araújo, o DJ Ivis, foi solto na noite desta sexta-feira (22), por volta das 22h, após passar mais de três meses detido no presídio Irmã Imelda Lima Pontes, na Região Metropolitana de Fortaleza.

Advogados e familiares compareceram à penitenciária para aguardar a saída. No fim da tarde, a Vara Única da Comarca de Eusébio concedeu liberdade ao artista.

DJ Ivis estava preso desde o último dia 14 de julho. O cantor foi capturado após serem divulgados vídeos onde ele aparece agredindo a ex-mulher Pamella Holanda, em um apartamento onde ambos moravam em Fortaleza.

A liberdade de DJ Ivis só foi concedida após o sétimo pedido de habeas corpus apresentado pela defesa. O último negado foi dado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, em 31 de agosto.

“Pacífico é o entendimento desta Corte no sentido de que constitui fundamento idôneo à decretação da custódia cautelar a necessidade de resguardar a integridade física e psicológica da vítima que se encontra em situação de violência doméstica, como é o presente caso”, destacou a decisão do STF.

Em 24 de agosto, desembargadores da 1ª Câmara Criminal do TJCE também indeferiram o pedido dos advogados.

Entenda o caso:

 

Vídeos gravados por câmeras de segurança interna mostraram o produtor musical Iverson de Souza Araújo, conhecido como DJ Ivis, agredindo a ex-mulher na frente da filha de nove meses, da mãe de Pamella Holanda e do amigo Charles.

DJ Ivis tornou-se réu pelas agressões cometidas contra a ex-mulher Pamella Holanda em 16 de agosto, após o Ministério Público do Ceará (MPCE) apresentar denúncia. O cantor foi indiciado pela Polícia Civil do Ceará no fim do mês de julho.

A denúncia apresentada à Justiça e aceita na Vara Única de Eusébio apontou que ele cometeu violência física, psicológica, patrimonial e moral contra a ex-mulher.