Leilão de imóveis da Braiscompany termina sem lances

Foram leiloadas no leilão de imóveis da Braiscompany duas casas, uma em um condomínio de luxo entre Campina Grande e Lagoa Seca e outra em Campina Grande.

Foto: Divulgação

Um leilão de imóveis da Braiscompany, ligados a pessoas investigadas no caso envolvendo a empresa,  foi encerrado no fim da manhã desta segunda-feira (27) sem lances.

Entraram na lista do leilão duas casas, uma delas localizada em um condomínio de luxo entre Campina Grande e Lagoa Seca , avaliado em R$ 2.830.000,00. O lance mínimo era de R$ 2.264.000,00.

O segundo imóvel é uma residência no bairro Três Irmãs, em Campina Grande, avaliado em R$ 150.000,00. O lance mínimo é R$ 120.000,00.

Segundo o leiloeiro responsável, Miguel Neto, como o leilão não teve lances, o processo agora volta para a Justiça, que vai decidir se vai ser realizado um novo leilão ou não.

Bens disponíveis no leilão de imóveis da Braiscompany

  • Casa em condomínio de luxo, com 4 (quatro) suítes, garagen oara quatro carros, construída em uma área total de 465,09 m².
  • Casa no bairro Três Irmãs em Campina Grande, com terraço, sala, estar, cozinha, 02 quartos sociais, construída em uma área de serviço, quintal murado, com uma área de 42,00 m².

A investigação do MPF na Braiscompany

A operação investiga uma movimentação financeira de R$ 2 bilhões feita pela Braiscompany em criptoativos. Dois mandados de prisão foram expedidos tendo como alvos o empresário, Antônio Neto, e a esposa dele, Fabrícia Farias Campos.

Na operação a Justiça Federal também determinou o bloqueio de bens e a suspensão parcial das atividades da empresa.

Oito mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Campina Grande, João Pessoa e São Paulo – na primeira fase.