Tucano referenda tese de Manoel Jr. com Raniery na vice de Cartaxo

Bruno Cunha Lima defendeu peemedebista na majoritária no próximo ano. 

Apesar da postulação do Prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), em disputar ao cargo de governador do estado em 2018, o deputado estadual Bruno Cunha Lima (PSDB) defendeu a tese do vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Junior (PMDB), que ventilou o nome do deputado Raniery Paulino (PMDB) para compor chapa majoritária como vice-governador do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), para o próximo ano.
 
Bruno Cunha Lima disse que o peemedebista é um bom quadro em qualquer futuro cenário, inclusive no caso do PSDB decidir pela candidatura própria. “Vejo como uma excelente cotação, Raniery seria um grande vice-governador, tanto para Cartaxo quanto para Romero”, comentou.
 
Apesar da menção ao seu nome, Raniery Paulino declinou da propositura. O peemedebista insiste na tese da candidatura própria do PMDB, seja com o nome do senador José Maranhão (PMDB) ou outro correligionário que fortaleça a legenda. "Fico lisonjeado com a lembrança do meu nome, mas temos a tese aprovada da candidatura própria. Sou defensor e entusiasta da candidatura própria e acredito que isso qualifica o debate. Temos uma história com Cartaxo, que ja foi vice-governador de Maranhão, mas defendo que tenhamos nosso candidato ao governo", afirmou.
 
Luciano Cartaxo também evita cravar o vice em sua chapa. Em entrevista à CBN João Pessoa, o prefeito da capital disse que os nomes serão escolhidos apenas em 2018, após a consolidação das alianças para a disputa estadual. “Tenho uma relação harmoniosa com Raniery Paulino, fomos colegas na Assembleia, é uma pessoa ponderada e tem contribuido muito, mas esse debate sobre composiçao, sobre chapa e canddiatura vamos fazer apenas ano que vem, ouvindo os partidos e a população”, argumentou.