Angélica Nunes
Laerte Cerqueira

Aeroporto de João Pessoa terá mais 3 posições para aviões e salas de embarque vão dobrar de tamanho

O projeto prevê ainda dois novos balcões de imigração – indo de três para cinco unidades -, e espaço nas salas de desembarque, de 680 para 980 metros quadrados.

Foto: divulgação

Como já registrado pelo Conversa Política recentemente, o Aeroporto Castro Pinto, na Região Metropolitana de João Pessoa, será reformado e ampliado. A empresa espanhola, responsável pela administração do terminal, divulgou detalhes das intervenções.

A reforma vai garantir  8,8 mil metros quadrados do equipamento renovados. De acordo com a assessoria da Aena, uma nova área, de 3,7 mil metros quadrados, será construída, ampliando o espaço edificado para 12,5 mil metros quadrados. As obras fazem parte da fase 1B do contrato de concessão firmado entre a concessionária e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Na lista de modificações, a ampliação do pátio, que ganha mais 11 mil metros quadrados, e da pista de táxi, que será ampliada em mais de 5,5 mil metros quadrados. O aeroporto vai passar de cinco para oito posições de aeronaves, sendo que duas delas serão para embarques e desembarques por pontes móveis de contato,  chamadas de ‘fingers’.

Veja também  Calvário: Justiça acata denúncia contra Ricardo e outros sete por lavagem de dinheiro

Salas de embarque

Para quem reclama das minúsculas e tumultuadas salas de embarques atuais, a boa notícia é que elas vão mais que dobrar de tamanho, sendo ampliadas de 495 metros quadrados para 1,3 mil metros quadrados.

A área reservada para inspeção de segurança de bagagens vai sair de 18 para 135 metros quadrados. Os saguões de embarque e desembarque passam de 1,1 mil metros quadrados para mais de 1,9 metros quadrados.

O projeto prevê ainda dois novos balcões de imigração – indo de três para cinco unidades -, e espaço nas salas de desembarque, de 680 para 980 metros quadrados. Três novos totens de auto check-in serão instalados, totalizando oito aparelhos.