Angélica Nunes
Laerte Cerqueira

Fábio Rocha diz que está “no limite” e sinaliza que deve deixar comando da Saúde em João Pessoa

A definição, no entanto, só vai acontecer após o retorno do prefeito Cícero Lucena (Progressistas) de viagem oficial à Colômbia. Nas palavras do secretário, parece que “já deu”.

Secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha. Foto: Dayse Euzébio/Secom-JP
Fábio Rocha
Secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha. Foto: Dayse Euzébio/Secom-JP

O secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha, sinalizou que deve deixar o cargo nos próximos dias. Ele não confirma, em tom oficial, que entregará o comando da pasta, mas, ao Conversa Política, o médico disse que está no limite e que saída é questão de sobrevivência.

A definição, no entanto, só vai acontecer após o retorno do prefeito Cícero Lucena (Progressistas) de viagem oficial à Colômbia. Nas palavras do secretário, parece que “já deu”.

Vou esperar o prefeito chegar para tomarmos uma decisão conjunta, como sempre fizemos. Mas, fisicamente e mentalmente, estou quase no limite. Questão de saúde e sobrevivência de vida”, disse Fábio Rocha ao Conversa Política.

Sem experiência na gestão pública, Fábio Rocha assumiu o comando na Saúde da capital no início da gestão de Cícero Lucena, em janeiro desde ano. Antes atuou na equipe de transição do governo. Atravessou a pandemia da Covid-19, em especial a condução do início da vacinação, envolta em polêmicas com órgãos de controle, informações desencontradas e incertezas.

Conseguiu “aprumar” o processo de imunização e colocar João Pessoa em posição de destaque no ranking de vacinados. O que gerou queda no número de ocupação de leitos. Em alguns momentos, era mais “liberalista” na adoção de protocolos de segurança da Covid-19. Nos últimos dias, tem adotado posições mais cautelosas.

Veja também  TCU entrega ao TSE lista com 339 paraibanos com contas julgadas irregulares; confira nomes

Recentemente desabafou sobre a situação do Trauminha de Mangabeira, alegando dificuldades na contratação de materiais, que estariam com licitações “desertas”, sem interessados, e prejudicando o atendimento aos pacientes.

Colômbia

Cícero Lucena está na Colômbia, desde o início da semana, onde realizou visitas a instituições em buscas de parcerias. Em Bogotá, o prefeito articulou um intercâmbio cultural entre os dois municípios, que integram o grupo de Cidades Criativas da Unesco no artesanato e culturas populares.

Nesta terça-feira também, o prefeito visitou a Escola de Artes y Ofícios Santo Domingo, onde formalizou um protocolo de intenções visando à qualificação técnica para o artesanato na cidade de João Pessoa.

O prefeito ainda esteve na sede da prefeitura local, onde identificou soluções urbanas de convivência entre a arquitetura histórica e contemporânea. “Aqui a Prefeitura nova está ao lado da antiga de forma muito harmoniosa e preservando o Centro Histórico da cidade”, relatou Cícero.