Angélica Nunes
Laerte Cerqueira

Exoneração de Ana Cláudia Vital é publicada no Diário Oficial pelo governador

A ex-secretária de Desenvolvimento Municipal do governo João Azevêdo pediu para sair na última terça-feira. Segundo ela, para se dedicar à candidatura de deputada estadual.

A exoneração de Ana Claudia Vital, a pedido, foi oficializada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (21). A ex-secretária de Desenvolvimento Municipal do governo João Azevêdo pediu para sair na última terça-feira. Segundo ela, para se dedicar à candidatura de deputada estadual.

A saída, no entanto, é entendida como um sinal do grupo comandado pelo senador Veneziano Vital (MDB), marido de Ana Claudia, de que vai deixar o governo. Veneziano pode lançar até o fim do mês sua pré-candidatura ao Palácio da Redenção.

Ao Conversa Política, na última terça, Vené afirmou que a esposa esteve com o governador. “Foi agradecer a confiança, ao ponto que pediu a exoneração, pediu o desligamento do governo, do cargo que estava ocupando”, afirmou.

Veja também  Se Bolsonaro der o golpe, Lula, Ciro, o STF, todos nós devemos salvar as eleições (Mario Sergio Conti)

À CBN, em dezembro, o senador disse que até o fim de janeiro gostaria de decidir qual será o destino do partido nas eleições do ano que vem, no estado. Se marcha com João ou vai de candidatura própria, encabeçada por ele. Emedebistas se dividem com relação ao assunto. O MDB continua com cargos no governo, como o de Roberto Paulino, ex-governador.

O apoio de PT, mais precisamente do ex-presidente Lula, estaria na lista de prioridades para que o senador entre na empreitada. Vale sempre lembrar que não há risco para ele. Se perder, volta a ocupar sua cadeira no Senado. Atualmente, é vice-presidente da Casa.