Angélica Nunes
Laerte Cerqueira

PDT anuncia apoio a Pedro Cunha Lima e atrapalha planos de Lígia Feliciano

Lígia tinha planos de disputar ao governo da Paraíba, mas não conseguiu apoio do partido, sobretudo após a saída do deputado Damião Feliciano, seu marido, do PDT para União Brasil.

Na reta final das convenções partidárias, o PDT resolveu definir apoio a Pedro Cunha Lima (PSDB) na disputa ao governo da Paraíba. O partido tem como lideranças a vice-governador Lígia Feliciano, que esta semana manifestou apoio à reeleição do governador João Azevêdo (PSB) para as eleições deste ano.

Lígia tinha planos de disputar ao governo da Paraíba, mas não conseguiu apoio do partido, sobretudo após a saída do deputado Damião Feliciano, seu marido, do PDT para União Brasil.

O presidente estadual do PDT, Marcos Ribeiro, destacou a força da juventude e disse confiar em Pedro para fazer uma gestão pública que tenha a educação como prioridade. “Encontrei na pessoa de Pedro Cunha Lima não apenas a energia da juventude, que é uma das nossas prioridades, mas um amor incondicional pela educação, o que não vimos em outros candidatos. Encontramos nele o compromisso com a juventude, com uma política séria e diferenciada”, disse.

Veja também  Plano de Major Fábio ao governo da Paraíba prevê ações na segurança pública

Pedro Cunha Lima agradeceu a confiança do partido e garantiu que este será o time que vai trazer um novo momento para o Estado, com uma educação mais eficiente e transformadora.

A agora, a Coligação Coragem pra Mudar, que tem Pedro Cunha Lima como pré-candidato a governador, Domiciano Cabral como pré-candidato a vice-governador e Efraim Filho como pré-candidato a senador, passa a ser composta pelos partidos PSDB, União Brasil, Cidadania, PSC, PTB, PMB, PROS e PDT.