Paraíba tem chuvas acima da média e menor área seca desde agosto 2020

A situação também se reflete nas medidas tomadas recentemente pelo poder público neste mês

Foto: divulgação/ANA

Devido às chuvas acima da média em maio, tanto a seca fraca quanto a seca moderada recuaram no leste da Paraíba. Os impactos, no entanto, permanecem de longo prazo. A conclusão é da Agência Nacional das Águas (ANA), em relatório divulgado nesta segunda-feira (11).

Conforme o estudo, a área total com seca no estado recuou de 62% para 50% do estado entre abril e maio. O percentual representa a menor área com o fenômeno desde agosto de 2020, quando 46% do território paraibano passou por seca.

A ANA destaca que a Paraíba teve um abrandamento do fenômeno devido ao desaparecimento da seca grave, sobretudo na região do Sertão paraibano, e o recuo da seca moderada de 33% para 30% do estado.

Situação que se constata em todo o Nordeste, que teve a menor severidade de maio com o desaparecimento da seca grave e a redução da seca moderada de 6% para 3% da região.

A melhora da situação da Paraíba também se reflete nas medidas tomadas recentemente pelo poder público. No último decreto reconhecendo a situação de emergência em decorrência da estiagem, o governador João Azevêdo (PSB) reduziu de 150 para 31 municípios enquadrados na medida. Nenhuma na região leste/litorânea do estado.

Confira o recuo do mapa da seca no Nordeste:

Paraíba tem chuvas acima da média e menor área seca desde agosto 2020
Foto: divulgação/ANA