João Paulo Medeiros

Eleições em Gado Bravo: cidade vai às urnas domingo para eleger novo prefeito

Eleição suplementar em Gado Bravo foi determinada pela Justiça Eleitoral.

Foto: Wesley Moura
Foto: Wesley Moura

O próximo domingo será de eleições municipais na cidade de Gado Bravo. Os pouco mais de 8 mil moradores do município irão às urnas para escolher um novo prefeito. A eleição suplementar foi determinada pela Justiça Eleitoral, após o candidato vencedor nas eleições de 2020, Evandro Araújo (Cidadania), ter sido enquadrado na Lei da Ficha Limpa.

O atual presidente da Câmara de Vereadores, Marcelo Paulino (PL), que administra interinamente a prefeitura, é candidato a prefeito numa chapa composta por Edmark Araújo. Edmark é irmão de Evandro Araújo.

Veja também  Merendeiras encontram embalagens adulteradas e Educação vai instaurar sindicância

A outra chapa tem como candidato à prefeitura Fernando Morais. Ele era candidato a vice na chapa de Evandro, em 2020, e também é ex-prefeito da cidade.

Na cidade há relatos de acirramento no pleito. Não há favoritos. Os dois lados contabilizam vantagens.

Mês passado a Polícia Federal cumpriu um mandado de busca e apreensão na prefeitura da cidade, a pedido do Ministério Público Eleitoral (MPE). A ação apura um suposto abuso de poder econômico, através de serviços de publicidade, nas eleições.