João Paulo Medeiros

Operação Moenda combate fraudes na contratação de serviços de transporte em prefeitura da Paraíba

Mandados da Operação Moenda estão sendo cumpridos em Pilões e Campina Grande

Operação Moenda acontece em Pilões – Foto: reprodução
Foto: reprodução

Ontem foi a Polícia Federal, hoje equipes da Polícia Civil saíram às ruas para cumprir quatro mandados de busca e apreensão em uma investigação que tem como alvo uma prefeitura paraibana. A Operação ‘Moenda’ investiga um esquema de fraudes na contratação de veículos por parte da gestão municipal de Pilões, no Brejo do Estado.

A ação acontece em Pilões e em Campina Grande.

A operação investiga a contratação de uma empresa prestadora de serviços de transporte para a prefeitura de Pilões. As investigações da Delegacia de Combate À Corrupção (DECCOR) apontam que os serviços eram executados por terceiros, sem qualquer vinculação com a prefeitura ou a empresa contratada.

Os veículos utilizados pelos terceiros não possuem, segundo a Polícia, registro no Detran como prestadores de serviço de transporte. A irregularidades investigadas são referentes aos anos de 2018 e 2019.

Fraudes dessa natureza não são novidade na Paraíba. Outras investigações semelhantes já ocorreram em cidades paraibanas. Via de regra os desvios ocorrem com a contratação de empresas para simular a prestação de serviços.

Veja também  Veneziano espera Lula na Paraíba em julho

O transporte mesmo, na maior parte da vezes, fica por conta de moradores da própria comunidade. Contratados, claro, a valores bem menos generosos.

Outro lado

Em nota a prefeitura de Pilões informou que vem colaborando com as investigações. De acordo com a gestão, todos os procedimentos foram realizados dentro da legalidade e as investigações têm como foco possíveis ‘sublocações’ de veículos e não desvios de recursos públicos.