Caso Braiscompany: em nova operação, Polícia Federal cumpre mandados em duas cidades da Paraíba

Foto: divulgação/PF

Equipes da Polícia Federal fazem hoje a ‘Operação CTO’, que tem como objetivo combater crimes contra o sistema financeiro e contra o mercado de capitais, em tese cometidos por sócios e colaboradores da empresa Braiscompany – especializada em criptoativos.

Trata-se de desdobramento da Operação Halving.

A operação Halving foi deflagrada em fevereiro, com mandados de busca e apreensão, mandados de prisão, sequestro de bens e suspensão parcial das atividades da empresa investigada.

Com os elementos colhidos nas medidas judiciais, outros crimes e vários outros envolvidos foram sendo apontados como participantes do esquema criminoso.

Nos últimos 4 anos foram movimentados valores equivalentes a aproximadamente 2 bilhões de reais em criptoativos em contas vinculadas aos suspeitos.

Hoje foram cumpridos 2 mandados de busca e apreensão nos municípios de Campina Grande e Lagoa Seca.

O nome da operação é uma alusão ao setor da empresa onde atuavam os traders, denominado como Centro Tático Operacional (CTO).

Em tese esse deveria ser o coração da empresa, onde seriam gerados os lucros que permitiriam os pagamentos prometidos em propaganda. No curso da operação Halving foram reunidos indícios de que o desempenho desse setor nem de longe alcançava o que era necessário para a viabilidade do negócio.

Caso Braiscompany: em nova operação, Polícia Federal cumpre mandados em duas cidades da Paraíba
Antônio Neto Ais e Fabrícia Ais, sócios da Braiscompany

A investigação do MPF na Braiscompany

A operação investiga uma movimentação financeira de R$ 2 bilhões feita pela Braiscompany em criptoativos. Dois mandados de prisão foram expedidos tendo como alvos o empresário, Antônio Neto, e a esposa dele, Fabrícia Farias Campos. Os dois continuam foragidos.

Na operação a Justiça Federal também determinou o bloqueio de bens e a suspensão parcial das atividades da empresa.

Oito mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Campina Grande, João Pessoa e São Paulo – na primeira fase.