Carnaval: médica alerta para cuidados com maquiagem e pintura corporal

Médica dá dicas de como consumir produtos de beleza sem danificar a pele e aproveitar o Carnaval.

Dermatologista fala sobre os cuidados com maquiagens e pinturas corporais no Carnaval. Foto: Arquivo/SECOM.

Clima de Carnaval já no ar e muitas pessoas estão pensando em como se arrumar para a festa. Neste período, a busca por pinturas corporais, glitter, purpurina, maquiagens e pomadas de cabelo aumenta e os cuidados com a pele também precisam aumentar.

Esses produtos podem causar alergias na pele e irritações nos olhos, a médica dermatologista Ludmila Montenegro, que atua na rede municipal de saúde de João Pessoa, deu algumas recomendações para o uso desses produtos.

Produtos confiáveis

Ludmila fala que é importante optar por marcas que sejam confiáveis e que tenham o selo de aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Verifique se os produtos são apropriados para aplicar na pele e fabricados por laboratórios confiáveis para que não causem reações alérgicas como irritação, coceiras e infecções. Evite aplicar próximo aos olhos e narinas, pois podem causar irritações”, explicou a especialista.

Especialista fala que é importante optar por marcas que sejam confiáveis e que tenham o selo de aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
Especialista fala que é importante optar por marcas que sejam confiáveis e que tenham o selo de aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesse Carnaval. Foto: Arquivo/SECOM.

Data de validade

Outra orientação da especialista é que as pessoas observem a data de validade dos cosméticos e conferir se eles são hipoalergênicos.

Além disso, se for a primeira vez de uma pessoa comprando este produto ela faz o teste em uma outra região do corpo.

“Se nunca usou, sempre é bom testar em uma pequena região do antebraço para verificar se terá alguma reação alérgica”, indicou.

Uso do protetor solar

Uma outra recomendação da especialista é o uso do protetor solar antes de fazer a maquiagem, pinturas e colocar os adereços. Ludmila também alertou que no Carnaval, a exposição solar é mais intensa, com isso, protetores com fatores de proteção mais altos podem ser uma boa.

“Escolha um protetor com fator de proteção de, no mínimo, 30. Como no Carnaval a exposição solar é mais intensa, você pode usar fatores mais altos no rosto e corpo, lembrando também do uso do protetor labial”, falou a especialista

Remoção da maquiagem

Depois de aproveitar dos festejos, chega a hora de remover a make, mas não dá para fazer isso de todo jeito. A dermatologista comenta que esse momento tem que ser feito com responsabilidade e segurança.

“O ideal é utilizar um demaquilante à base de óleo comum ou bifásico e algodão, sem esfregar a pele. Após a remoção, lavar com água e um sabonete líquido apropriado e finalizar aplicando o hidratante”, recomendou a dermatologista.

Dermatologista comenta quea retirada da maquiagem deve ser feita com responsabilidade e segurança.
Dermatologista comenta quea retirada da maquiagem deve ser feita com responsabilidade e segurança. Foto: Arquivo/SECOM.

Contato com alimentos cítricos

Por fim, a médica comenta que, se entrar em contato com frutas cítricas como limão, tangerina e caju, deve lavar a região com água e sabonete, sem esquecer de aplicar o protetor solar antes da exposição ao sol, para evitar queimaduras e manchas.