‘Eternos’ estreia em pelo menos 20 salas de cinema da Paraíba

Filme ‘Marighella’ também entra na programação após quase uma semana de pré-estreia.

Cena de ‘Eternos”. Foto: Reprodução

Após uma noite de pré-estreia, o filme “Eternos” entra na programação dos cinemas da Paraíba nesta quinta-feira (4) em pelo menos 20 salas. O longa é mais um filme da quarta fase do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU) e é dirigido pela ganhadora do Oscar Chloé Zhao (Nomadland).

O filme introduz um novo grupo de super-heróis ao universo da Marvel. Originários dos primeiros seres a terem habitado a Terra, os Eternos fazem parte de uma raça modificada geneticamente pelos deuses espaciais conhecidos como Celestiais. Dotados de características como imortalidade e manipulação de energia cósmica, eles são frutos de experiências fracassadas de seus próprios criadores, que também foram responsáveis por gerar os Deviantes, seus principais inimigos.

Têm opções dubladas e legendadas do filme os Cinépolis do Manaíra (3D; salas comum, Macro XE e VIP) e Mangabeira Shopping (3D); Centerplex do Mag Shopping; Cinesercla do Partage Shopping; Cine Guedes (3D), em Patos; e Multicine (3D), em Patos. O Cinesercla do Shopping Tambiá e o Cinmeaxxi de Guarabira (3D) só têm cópia dublada.

O elenco conta com Angelina Jolie, Richard Madden, Gemma Chan, Kumail Nanjiani, Brian Tyree Henry, Barry Keoghan, Lia McHugh, Lauren Ridloff e Salma Hayek.

Veja também  Paraíba abre seleção para espetáculos de artes cênicas feitos por mulheres

Estreia de Marighella

“Marighella” também entra oficialmente na programação após quase uma semana de sessões de pré-estreia. O filme brasileiro dirigido por Wagner Moura e estrelado por Seu Jorge tem sessões nos Cinépolis do Manaíra e Mangabeira Shopping. O longa também conta com o paraibano Luiz Carlos Vasconcelos no elenco.

>> OPINIÃO: filme de Wagner Moura é necessário no Brasil de Bolsonaro
>> ENTREVISTA: “Sabemos que o filme foi censurado”, diz Luiz Carlos Vasconcelos

O longa é inspirado na biografia escrita pelo jornalista Mário Magalhães e foca nos últimos cinco anos de vida de Carlos Marighella, escritor, político e guerrilheiro, de 1964 até sua violenta morte em uma emboscada em 1969.