João Paulo Medeiros

Focco pede que prefeituras da Paraíba não usem Fundef para pagar salários

Orientação foi publicada hoje pelo Focco e tem como alvos os 223 municípios da Paraíba

Foto: Ascom

As prefeituras devem se abster de utilizarem os recursos do Fundef para o pagamento de salários ou de outras verbas semelhantes aos servidores da Educação. A orientação é do Fórum Paraibano de Combate à Corrupção (Focco-PB) e foi divulgada hoje.
A entidade entende que os municípios precisam aguardar posicionamentos do TCU e do STF sobre a questão, antes de usarem o dinheiro com o pagamento de pessoal.
No documento, o Focco observa que o Fundef não está sujeito à subvinculação estabelecida no artigo 22 da Lei 11.494/2007 – segundo o qual pelo menos 60% dos recursos anuais totais do Fundeb devem ser destinados ao pagamento da remuneração dos profissionais do magistério.
Ou seja: quem contava com o dinheiro para quitar a folha, precisará refazer os planos.

Veja também  PSD e MDB enfrentam um mesmo risco na Paraíba: o da desunião em 2022