João Paulo Medeiros

Em protesto, grupo vai distribuir laranjas em Campina Grande

Movimento ocorre em alusão a denúncias de ‘candidaturas laranjas’ em 2020

Foto: Arquivo Jornal da Paraíba

Quem passar pela Praça da Bandeira amanhã, em Campina Grande, vai poder levar para casa uma sacola com laranjas, gratuitamente. As doações não serão por acaso. Elas terão relação direta com a disputa por vagas no Legislativo da cidade – em 2020.

O movimento fará referência a denúncias de ‘candidaturas laranjas’.

As denúncias foram judicializadas e aguardam um desfecho na Justiça. O processo se arrasta desde o dia 1º de dezembro do ano passado, mas ainda está longe de um desfecho.

Recentemente dois casos também originados ano passado foram julgados na Paraíba. Um procedente, em São José de Piranhas; e outro improcedente, em Serra Redonda.

Os manifestantes dizem que irão celebrar uma espécie de ‘aniversário’ das denúncias.

Veja também  Defensoria Pública recomenda inclusão de cotas raciais em edital da Polícia Civil da Paraíba

Vai ter laranja para todos os gostos na Praça…

O caso investigado em Campina

A AIJE apura denúncias de que as legendas Democratas, Solidariedade e Pros teriam utilizado candidaturas ‘laranjas’ para completar o percentual mínimo de 30% de gênero.

Caso a ação seja julgada procedente, a decisão pode provocar mudanças no Legislativo municipal. É que a ocorrência de candidaturas ‘laranjas’, via de regra, implica na cassação de todos os candidatos que tenham disputado o pleito nas legendas investigadas.

No caso de Campina Grande, pelo menos cinco dos atuais vereadores, pertencentes aos partidos, perderiam os mandatos.