André Telis

Você sabia que exercícios depois da vacinação podem aumentar sua proteção contra covid?

caminhada caminhar atividade física exercício (Foto: Francisco França/Arquivo)

Cientistas norte-americanos divulgaram essa semana uma pesquisa que investigou o efeito da atividade física sobre a resposta do sistema imunológico às vacinas. Fazer exercícios depois da vacinação pode aumentar sua proteção contra covid-19 e influenza. Essa foi a conclusão de um trabalho ainda inicial, mas que evidencia que exercícios físicos são uma importante ferramenta para a nossa saúde.

caminhada caminhar atividade física exercício (Foto: Francisco França/Arquivo)
(Foto: Francisco França/Arquivo)

Vários estudos realizados anteriormente já falavam dessa relação, mas é a primera vez que os cientistas avaliaram os efeitos sobre a vacinação contra a covid-19.

Os pesquisadores da universidade do estado de Iowa nos Estados Unidos descobriram que fazer exercícios imediatamente após tomar vacina contra a covid ou influenza aumenta a resposta imunológica. O estudo, que envolveu 70 pessoas e cerca de 80 camundongos, analisou as respostas de anticorpos após uma dose da vacina contra a influenza e duas doses da vacina da Pfizer-BioNTech contra Covid-19.

Descobriu-se que as pessoas que se exercitaram por 90 minutos logo após a vacinação produziram mais anticorpos do que as pessoas que não o fizeram. E o reforço imunológico extra, que deve ajudar a reduzir o risco de adoecer gravemente por essas doenças, não parece desencadear um aumento nos efeitos colaterais.

Exercícios são estimulantes do sistema imune

Uma das explicações é que os exercícios podem agir como um potente estimulante para o sistema imune.

Atividades físicas geram uma resposta inflamatória local que resulta numa resposta imune mais eficaz quando as células são expostas à invasores. No caso das vacinas, a uma falsa invasão que desencadeia a produção de anticorpos.  Outras substâncias como interleucinas-6, que são proteínas produzidas no exercício, desempenham papel fundamental na modulação do sistema imune.

Veja também  Quantas horas de sono devo dormir?

De modo semelhante à pesquisa publicada essa semana, 90 minutos de exercícios resultam na produção de interferon e ativação de plasmócitos (células de defesa do nosso corpo).

O comportamento de quase todas as populações de células imunes na corrente sanguínea é alterado de alguma forma durante e após o exercício. Portanto, não deve surpreender que o exercício também possa afetar a resposta à vacina. Existe uma dose certa de exercício?

Poucos desses estudos, no entanto, tinham como objetivo descobrir o melhor momento e quantidade de exercício para amplificar os efeitos da vacina, e nenhum deles analisou as vacinas contra Covid, que só estão disponíveis desde o final de 2020.

Quanto eu preciso me exercitar

Após um mês, os níveis de anticorpos de todos contra a gripe ou Covid aumentaram substancialmente, como esperado depois de receber uma vacina. Mas eles foram mais altos nos homens e mulheres que se exercitaram por 90 minutos depois.

As pessoas que se exercitaram também não relataram efeitos colaterais adicionais após as injeções. E, curiosamente, 45 minutos de exercício neste estudo não foram suficientes para aumentar os anticorpos. O treino mais curto provavelmente não aumentou os níveis de substâncias necessárias para amplificar a imunidade, incluindo o interferon alfa, disse o Dr. Kohut, autor da pesquisa.